Estamos no seu:
Lembrar Apelido TVid

Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

  • Tópico criado por: pedro.pavl
  • Páginas:
  • 1
  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 01:07
    Autor: pedro.pavl Offline

    O Campeonato Carioca virou motivo de revolta entre as afiliadas da Record pelo país. As emissoras, empolgadas com a compra dos direitos de transmissão do torneio e com a possibilidade de atingir bons índices de audiência aliados com bom faturamento, quebraram a cara ao serem avisadas de que só poderiam exibir os jogos da competição se pagassem um elevado valor de sublicenciamento para a Record do Rio de Janeiro - a filial arcou com o montante de R$ 11 milhões sem o auxílio da matriz, em São Paulo, e ainda não conseguiu atingir o retorno comercial esperado.

    A reportagem do TV Pop apurou que boa parte dos executivos regionais ficaram perplexos ao serem comunicados da cobrança para as praças que decidissem exibir o torneio. Isso nunca havia acontecido na história da emissora, e tampouco é um procedimento adotado pelas outras redes de televisão que possuem direitos de campeonatos de futebol, como a Globo e o SBT, que dão apoio técnico e financeiro para viabilizar as apostas de suas parceiras.

    Algumas afiliadas da Record chegaram a anunciar o Campeonato Carioca em sua programação e nas redes sociais, mas desistiram da transmissão depois que foram comunicadas do modelo de sublicenciamento, e foi o caso de pelo menos três canais: TV Tropical (Rio Grande do Norte), TV Cidade (Maranhão) e TV Sucesso (Goiás). A emissora potiguar, por sinal, teve que usar o seu perfil no Instagram para acalmar os torcedores do Flamengo, que se depararam com a novela Topíssima no lugar do jogo do time: "o jogo, por questão de direitos, só será transmitido em algumas cidades. Seguiremos com a programação normal da rede", afirmou o comunicado publicado.

    Entre as praças que não tiveram dinheiro para comprar o torneio, o clima é de indignação. Boa parte delas acreditava que a competição seria uma oportunidade perfeita para reaver os anunciantes perdidos em meio ao coronavírus, que derrubou o faturamento de programas regionais, e não esperavam ter que gastar para exibir os jogos adquiridos por uma filial com boa condição financeira. Algumas delas sequer tem dinheiro para manter seus horários regionais e não receberam nenhum tipo de auxílio da rede durante a pandemia, o que tornou a transição ainda mais improvável.

    Ao todo, apenas 26 emissoras parceiras da rede optaram por pagar o valor pedido pela Record Rio. Metade delas são do mesmo conglomerado de mídia do Sul do país, mantido pela família Petrelli: sete emissoras da RIC, que opera no Paraná, e seis da NDTV, de Santa Catarina. Outras sete praças que adquiriram o torneio são filiais da Record, ou seja, operam em subordinação ao comando de São Paulo. Com isso, restaram seis: TV Paranaíba (Uberlândia), TV Atalaia (Sergipe), TV Vitória (Espírito Santo), TV Antena Dez (Piauí), TV Equinócio (Amapá) e a SIC TV (Rondônia).

    Na noite de terça-feira (2), todas as parceiras da Record receberam um comunicado alertando sobre as regras para reprodução do uso das imagens do Campeonato Carioca em seus telejornais. O TV Pop teve acesso ao conteúdo, que trazia orientações rígidas para a reprodução de conteúdos da competição.

    Para as afiliadas que adquiriram os direitos, a recomendação era a de que optassem por gravar os lances durante a transmissão ao vivo e, durante os noticiários, exibissem uma tarja creditando as imagens para a Record Rio. Já para quem não comprou o torneio, os lances deveriam ser baixados por uma ferramenta chamada Central de Mídia, e só podem ser exibidas com o logo da emissora de forma fixa, além da tarja citando a filial carioca.


    https://tvpop.com.br/4276/record-causa-revolta-ao-exigir-que-afiliadas-paguem-pelo-campeonato-carioca/

  • jailsonrf

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 02:02
    Autor: jailsonrf Offline

    Quanta bagunça.

  • ofc1900

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 09:21
    Autor: ofc1900 Offline

    Meu Deus, que lixão! Vai durar como carnaval...tinha que ter ido poara o SBT mesmo.

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 09:33
    Autor: josecr Offline

    E falam da globo...

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 10:36
    Autor: pedro.pavl Offline

    Em 04/03/2021, josecr escreveu:

    E falam da globo...


    Globo tem seus problemas, mas ela compete com ela mesma, tá em um patamar bem acima das outras.

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 10:43
    Autor: pedro.pavl Offline

    Em 04/03/2021, ofc1900 escreveu:

    Meu Deus, que lixão! Vai durar como carnaval...tinha que ter ido poara o SBT mesmo.


    O SBT apesar das loucuras do Silvio é mais confiável que a Record, pois o SBT aparenta ter um projeto esportivo (pois ja tem Liberta e Champions).

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 10:46
    Autor: guitalves Offline

    tá certo. cariocão é um lixo

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 12:00
    Autor: leosaid Offline

    Deixa ver se entendi: quando é para a afiliada passar programas da igreja da Record que tiram dinheiro das pessoas, elas não se importam. Mas quando é para passar um evento em que elas têm que pagar, agora reclamam?

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 13:21
    Autor: RockyRFN Offline

    A situação é ridícula. Mas, a meu ver, o erro maior é não cobrar que o torneio passe nas emissoras próprias da Record, como Porto Alegre. Afiliadas é uma outra relação, talvez estejam devendo algum dinheiro para o bispo, etc.

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 04/03/2021 às 19:54
    Autor: r2reis Offline

    Pede para o pastor local pagar...

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 26/03/2021 às 12:03
    Autor: josecr Offline

    Rio - O contrato com a Record, emissora responsável por transmitir o Campeonato Carioca, não vem agradando alguns dirigentes dos grandes clubes do Rio. Em entrevista ao portal "Lancenet", o presidente do Botafogo, Durcesio Mello criticou os valores pagos pelo grupo midiático e aproveitou para alfinetar o Flamengo.
    Durcesio pede apoio para a Botafogo TV e fala sobre Globo e Record: Diferença enorme

    "A diferença financeira é enorme. O contrato que existia com a Globo eu até achava exagerado para o retorno que eles tinham. Foi rompido pelo time da Lagoa (Flamengo) e temos que conviver com isso. Passa para a Record, foi a melhor opção que achamos, também tivemos uma proposta da SBT. A Record ofereceu mais dinheiro e mais parceria, estão pegando futebol e o Carioca pode ser um case para eles, já que o contrato da Globo com alguns Estaduais termina esse ano", disse.
    O presidente do Botafogo citou a falta de acordo entre o Flamengo e a Rede Globo no ano passado. Após a pandemia de Covid-19, a emissora acabou optando por romper o contrato de transmissão do Campeonato Carioca.

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 26/03/2021 às 13:19
    Autor: RockyRFN Offline

    Essa história das afiliadas terem que pagar para mostrar os jogos tem data para terminar: a fase decisiva.

    Segundo li no site Esporte e Mídia, as semifinais e as finais serão mostradas ao vivo, para toda a rede.

  • Avatar

    Record exige que afiliadas paguem pelo Camp. Carioca

    Operadora
    Postado em: 01/04/2021 às 13:22
    Autor: josecr Offline

    fora de campo
    FORA DE CAMPO O OUTRO LADO DO ESPORTE
    Sem Globo, Carioca tem queda brusca em receita dos clubes com transmissão da Record
    Segundo portal, equipes repartem cerca de R$ 3 milhões apenas com TV. Com a antiga dona, valor por exclusividade chegava em R$ 18 milhões. Clubes agora investem em PPV

    Record TV - Carioca 2021
    Valor apenas por direitos televisivos para Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco chega a R$ 3 milhões (Foto: Divulgação)
    COMPARTILHE00
    LANCE! 01/04/2021 11:25Rio de Janeiro (RJ)
    Com a saída da Globo do Cariocão, a expectativa da Ferj e dos clubes era revolucionar a maneira como é gerada a receita pelo Estadual. No entanto, as equipes podem receber, nesta primeira temporada sem a ex-dona dos direitos, um valor bem menor que o anterior. Segundo levantamento do Uol, os clubes devem repartir apenas R$ 3 milhões recebidos da Record pela transmissão na TV. Com isso, a aposta de
    Vale lembrar que o contrato antes acertado com a Globo era por todos os direitos de exibição do Cariocão - exclusividade no Pay-Per-View, TV aberta e TV fechada -, sendo assim, um valor absoluto que ainda não pode ser confirmado. Isso porque, agora, as equipes cariocas precisarão explorar outras receitas: PPV próprio, PPV da Ferj e parcerias com outras plataformas de streaming.

    O valor total era de R$ 120 milhões por todos os direitos com a Globo. No entanto, a quantia poderia cair para R$ 100 milhões caso o Flamengo fosse ausência - o que começou a ser realidade com o Rubro-Negro incentivando a Lei do Mandante, em 2020.

    Embora a previsão da emissora já fosse baixar esse valor para cerca de R$ 50 milhões, clubes como Fluminense, Vasco, Botafogo e Flamengo chegavam a faturar algo próximo de R$ 18 milhões.

    SEM GLOBO, CLUBES FATURAM DE OUTRAS MANEIRAS
    Com a Record, os direitos foram fatiados e foi quebrada a negociação por exclusividade. Dessa forma, a emissora de Edir Macedo detém apenas os valores para transmitir os jogos na TV aberta.

    Segundo o Uol, o número absoluto de R$ 11 milhões é divido em: R$ 6 milhões para o canal fazer a transmissão, R$ 1 milhão para a Ferj e menos de 1 milhão para a empresa que produz o PPV da Ferj, além do restante de cerca de R$ 3 milhões.

    O portal afirma que não é de conhecimento público como fica a divisão dos R$ 3 milhões aos clubes. A ideia é que se delimitaria uma grande parte com Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco e outra para os prêmios aos clubes, variando de acordo com a posição na tabela de classificação.

    QUEDA NA RECEITA E EXPECTATIVA POR AUMENTO NO STREAMING
    Ou seja, dos 18 milhões estimados aos clubes com a exclusividade da Globo, agora, a arrecadação passa a ser contabilizada em valores da TV aberta mais outros acordos. Na visão da Ferj, a decisão de lucrar com PPV e pagar os custos mínimos foi "satisfatória". Vale lembrar que foi uma escolha de clubes e Federação, já que Globo e SBT também enviaram outras propostas.

    De acordo com dados do portal, foram vendidos cerca de 82 mil pacotes nas operadoras Claro, Sky e Vivo até o momento, o que geraria R$ 10,6 milhões, considerando R$ 129,90 por pacote. Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco repartem cerca de 60% desse total do PPV variando com o tamanho de suas torcidas. Sendo assim, levam pouco mais de R$ 6 milhões por enquanto.

    Para completar o balanço, os clubes possuem ainda arrecadações com outros patrocínios, como a exposição de marcas em jogos e com a venda do nome da competição - o que ainda não foi feito. Portanto, os valores não dependem mais de apenas uma fonte - como a Globo - e sim de diversas negociações.




  • Páginas:
  • 1
As publicações desta página são unicamente de responsabilidade de seus autores, de acordo com os Termos de Uso da TV Magazine.

Busca no Fórum

Agenda de Canais

  • Atualize-nos: informe a TV Magazine sobre sinais abertos, alterações de canais e line-ups na sua cidade, seja TV aberta ou paga.

Fale Conosco

Dúvidas, ideias, sugestões, elogios ou críticas?
Queremos ouvir você!

© 2021 - TV Magazine, todos os direitos reservados. Programação da TV fornecida por Revista Eletrônica.
Proibida a cópia parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização expressa.