Estamos no seu:
Lembrar Apelido TVid

Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

  • Tópico criado por: r2reis
  • Páginas:
  • 1
  • 2
  • aapc01

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 14/10/2020 às 22:45
    Autor: aapc01 Offline

    Em 14/10/2020, JanSed escreveu:

    Coincidência? O único anuncio que vi nas placas publicitárias do campo durante a partida era de uma tal HAVAN...


    que bom que uma empresa ajudou a todos que queriam ver o jogo da seleção ou só vale quando é construtora e cia?

    outras empresas podem entrar para os próximos jogos.

    aliás, voltando ao assunto da globo, li que está chegando próximo da data de efetuar o pagamento da copa para a fifa. se não conseguem pagar 20 mi de dólares quero ver pagar 600 milhões de dólares... não acredito que isso seja verdade pois é um valor mais que absurdo, a não ser que seja por um pacote de copas, como a globo costumava fazer.

    novamente, é um absurdo cobrarem isso por futebol... a metade já seria demais. (não sei se é verdade esse valor, estou passando o que li na grande mídia)

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 15/10/2020 às 01:26
    Autor: r2reis Offline

    A CBF já tinha um acordo com a TV Brasil para que esta transmita alguns jogos da Série D. Então a escolha foi meio que "natural".

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 15/10/2020 às 07:02
    Autor: lobowas Offline

    Publicidade da havan, cujo dono é o maior puxa saco do governo. Muita coincidência mesmo. Já começo a achar que essa compra teve muita ajuda do tesouro Nacional, ou seja, de nós que pagamos nossos impostos.

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 15/10/2020 às 08:29
    Autor: JanSed Offline

    Em 14/10/2020, aapc01 escreveu:

    Em 14/10/2020, JanSed escreveu:

    Coincidência? O único anuncio que vi nas placas publicitárias do campo durante a partida era de uma tal HAVAN...


    que bom que uma empresa ajudou a todos que queriam ver o jogo da seleção ou só vale quando é construtora e cia?



    Mas não vejo como isso pode ter ajudado em alguma coisa pois quem recebeu pelo espaço não foi quem pagou pelos direitos.

    Esse fato apenas da indicíos de que esta empresa teve acesso a informações privilegiadas o que é sempre ruim quando o governo federal esta envolvido. Independente do governo ou da empresa.

    Para deixar tudo bem claro...para mim de todas as coisas ruins que o período PT trouxe para o Brasil uma das piores foi justamente ter criado espaço para que o atual governo fosse eleito.

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 15/10/2020 às 09:43
    Autor: josecr Offline

    Audiencia de 3 pontos num jogo da seleção..., historico pra TVE foi a decisão que ela transmitiu da 3a divisão com o santa cruz, onde foi lider em PE com uns 30% de audiencia.


    Outra questão, a Turner comprou os direitos pra ter exclusividade e ganhar dinheiro e foi sacaneada pela cbf, como ficará isso?, quem investe num pais em que direitos não são respeitados?


    ela investiu em streaming, não em tv aberta... pelo que eu saiba foi assim que foi transmitido

    a confusão é tanta, misturada com sei lá o que, que esquecem que hoje as federações, atendendo a pedidos, fatiou os direitos para evitar o tal monopólio

    e de quebrar contratos a turner já estava querendo se meter com a bagunça da tal MP.

    e depois estávamos falando o tempo todo aqui sobre não ter tv aberta e mesmo por que a turner não tem canal em tv aberta, só em tv aberta paga.

    abs
    Que eu saiba o grupo que adquiriu os direitos (com exclusividade) não aceitou a proposta da globo e fechou com a turner pra ganhar na venda ao público, a partir do momento que a cbf entrou e entregou pra tv aberta, frustou esta expectativa, pra exemplificar 3% em SP são 200 mil residencias, provavelmente parte disso poderia ter pago pra ver o jogo e não pagou, ou seja, o gupo foi sacaneado .

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 15/10/2020 às 19:07
    Autor: r2reis Offline

    3 pontos de audiência para um evento praticamente divulgado em cima da hora não acho ruim. Ainda mais considerando quem transmitiu.

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 18/10/2020 às 19:38
    Autor: r2reis Offline

    TV Brasil foi aparelhada por quem ameaçava fechá-la
    Por Bernardo Mello Franco

    18/10/2020  00:00

    Aquele abraço

    A bola rolava pelas Eliminatórias da Copa quando o locutor parou de narrar o jogo para mandar um "abraço especial" ao presidente Jair Bolsonaro. Aconteceu duas vezes na terça-feira, durante a transmissão de Brasil x Peru. Foi mais um lance do aparelhamento da TV Brasil pelo governo que ameaçava fechá-la.

    Na campanha de 2018, o capitão disse que não investiria mais dinheiro num canal com "traço de audiência". Acrescentou que pretendia privatizar ou extinguir a Empresa Brasil de Comunicação, que controla a emissora. Em pouco tempo no poder, ele abandonou a ideia. Percebeu que poderia usar a rede de comunicação pública para empregar amigos e fazer promoção pessoal.

    No mês passado, servidores da EBC produziram um dossiê sobre o uso político da estatal. Contabilizaram 138 episódios de censura e governismo desde a posse de Bolsonaro. O retorno da fome, o desmatamento na Amazônia e os cortes na educação deixaram de aparecer na telinha. As palavras "golpe" e "ditadura" foram proibidas em reportagens que citavam o regime militar.

    A EBC mantinha dois canais de tevê: a NBR, que divulgava os atos do governo, e a TV Brasil, que sucedeu a antiga TV Educativa. A pretexto de economizar, o Planalto fundiu as duas programações. A medida produziu situações bizarras. Programas de entrevistas e até desenhos animados passaram a ser interrompidos para transmitir solenidades oficiais e discursos do presidente.

    O Repórter Brasil, exibido em horário nobre, ganhou cara de telejornal da Coreia do Norte. Só dá notícia a favor do governo. Recentemente, reproduziu entrevistas de autoridades à "Voz do Brasil", símbolo do jornalismo chapa-branca.

    Quando a TV Brasil foi ao ar, aliados de Bolsonaro fizeram discursos indignados. Onyx Lorenzoni, atual ministro da Cidadania, protestou quatro vezes na tribuna da Câmara. "Para a TV do Lula tem dinheiro, mas para a saúde, não", disse, em outubro de 2007. "Que necessidade há de o Brasil criar uma TV para dar proteção, fazer ode e jogar confete e incenso no presidente da República?", emendou, em fevereiro de 2008. A emissora foi muito criticada na era petista, mas não há registros de nada parecido com o que se vê agora.

    O jornalista Eugênio Bucci, professor da USP e ex-presidente da extinta Radiobrás, diz que nunca acreditou nas ameaças do capitão de fechar a TV. "Bolsonaro é um efeito da propaganda. Não fazia sentido que, ao chegar ao poder, ele jogasse fora a EBC", observa. "Agora acabou qualquer veleidade de se fazer uma emissora pública e plural. A TV Brasil virou um aparelhão para uso partidário e culto à personalidade".

    A lei que criou a EBC afirma que "é vedada qualquer forma de proselitismo na programação das emissoras públicas". Antes do abraço no jogo da seleção, a TV Brasil já havia transmitido ao menos quatro eventos evangélicos com a presença de Bolsonaro. O último, um culto da Assembleia de Deus, ficou duas horas no ar. Nele, o presidente prometeu indicar um pastor para a próxima vaga no Supremo Tribunal Federal. "Isso não é mérito meu, é a mão de Deus", discursou.

    Clique aqui

  • aapc01

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 18/10/2020 às 20:58
    Autor: aapc01 Offline

    Em 15/10/2020, JanSed escreveu:

    Em 14/10/2020, aapc01 escreveu:

    Em 14/10/2020, JanSed escreveu:

    Coincidência? O único anuncio que vi nas placas publicitárias do campo durante a partida era de uma tal HAVAN...


    que bom que uma empresa ajudou a todos que queriam ver o jogo da seleção ou só vale quando é construtora e cia?



    Mas não vejo como isso pode ter ajudado em alguma coisa pois quem recebeu pelo espaço não foi quem pagou pelos direitos.

    Esse fato apenas da indicíos de que esta empresa teve acesso a informações privilegiadas o que é sempre ruim quando o governo federal esta envolvido. Independente do governo ou da empresa.

    Para deixar tudo bem claro...para mim de todas as coisas ruins que o período PT trouxe para o Brasil uma das piores foi justamente ter criado espaço para que o atual governo fosse eleito.


    discutir política hoje é igual a futebol

    esse partido que você citou não criou espaço... ele se destruiu, por conta de tudo que foi mal feito, tanto em obras e suas enganações como na corrupção. era natural isso acontecer.

    como eu digo, com felicidade, hoje o povo demonstra que não acredita mais em falácias. se o atual g*verno mentir ou não cumprir, troca-se.

    acreditar que por conta de 0,70 (setenta centavos) a pessoa saiu da extrema pobreza e entrou na classe média... é igual falar que um gol contra o time que se torce estava impedido com 5 adversários entre o atacante e o gol, eheheh

    mas falemos de tv, sem torcida.

    vi um comentário de que a empresa havan teve informação privilegiada... realmente não sei onde isso se encaixa, já que ela teve que pagar. a expressão refere-se muito ao mercado de capitais, onde se leva vantagem em ações ou venda/compra de dólares, enfim...

  • aapc01

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 18/10/2020 às 21:01
    Autor: aapc01 Offline

    Em 18/10/2020, r2reis escreveu:

    TV Brasil foi aparelhada por quem ameaçava fechá-la
    Por Bernardo Mello Franco

    18/10/2020  00:00

    Aquele abraço

    A bola rolava pelas Eliminatórias da Copa quando o locutor parou de narrar o jogo para mandar um "abraço especial" ao presidente Jair Bolsonaro. Aconteceu duas vezes na terça-feira, durante a transmissão de Brasil x Peru. Foi mais um lance do aparelhamento da TV Brasil pelo governo que ameaçava fechá-la.

    Na campanha de 2018, o capitão disse que não investiria mais dinheiro num canal com "traço de audiência". Acrescentou que pretendia privatizar ou extinguir a Empresa Brasil de Comunicação, que controla a emissora. Em pouco tempo no poder, ele abandonou a ideia. Percebeu que poderia usar a rede de comunicação pública para empregar amigos e fazer promoção pessoal.

    No mês passado, servidores da EBC produziram um dossiê sobre o uso político da estatal. Contabilizaram 138 episódios de censura e governismo desde a posse de Bolsonaro. O retorno da fome, o desmatamento na Amazônia e os cortes na educação deixaram de aparecer na telinha. As palavras "golpe" e "ditadura" foram proibidas em reportagens que citavam o regime militar.

    A EBC mantinha dois canais de tevê: a NBR, que divulgava os atos do governo, e a TV Brasil, que sucedeu a antiga TV Educativa. A pretexto de economizar, o Planalto fundiu as duas programações. A medida produziu situações bizarras. Programas de entrevistas e até desenhos animados passaram a ser interrompidos para transmitir solenidades oficiais e discursos do presidente.

    O Repórter Brasil, exibido em horário nobre, ganhou cara de telejornal da Coreia do Norte. Só dá notícia a favor do governo. Recentemente, reproduziu entrevistas de autoridades à "Voz do Brasil", símbolo do jornalismo chapa-branca.

    Quando a TV Brasil foi ao ar, aliados de Bolsonaro fizeram discursos indignados. Onyx Lorenzoni, atual ministro da Cidadania, protestou quatro vezes na tribuna da Câmara. "Para a TV do Lula tem dinheiro, mas para a saúde, não", disse, em outubro de 2007. "Que necessidade há de o Brasil criar uma TV para dar proteção, fazer ode e jogar confete e incenso no presidente da República?", emendou, em fevereiro de 2008. A emissora foi muito criticada na era petista, mas não há registros de nada parecido com o que se vê agora.

    O jornalista Eugênio Bucci, professor da USP e ex-presidente da extinta Radiobrás, diz que nunca acreditou nas ameaças do capitão de fechar a TV. "Bolsonaro é um efeito da propaganda. Não fazia sentido que, ao chegar ao poder, ele jogasse fora a EBC", observa. "Agora acabou qualquer veleidade de se fazer uma emissora pública e plural. A TV Brasil virou um aparelhão para uso partidário e culto à personalidade".

    A lei que criou a EBC afirma que "é vedada qualquer forma de proselitismo na programação das emissoras públicas". Antes do abraço no jogo da seleção, a TV Brasil já havia transmitido ao menos quatro eventos evangélicos com a presença de Bolsonaro. O último, um culto da Assembleia de Deus, ficou duas horas no ar. Nele, o presidente prometeu indicar um pastor para a próxima vaga no Supremo Tribunal Federal. "Isso não é mérito meu, é a mão de Deus", discursou.

    Clique aqui


    como assim... "publica e plural"???

    só ingênuo acredita que antes era assim... e sim, ele mentiu/errou seja o que for... essa coisa tinha que acabar. só serve, isso sim, para levar meu dinheiro para o bolso (ou outra coisa pior)

    até parece que o brasileiro ainda acredita que os "santinhos" de antes faziam tudo direitinho, eheheh

    essa tv TEM que acabar...

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 19/10/2020 às 11:05
    Autor: JanSed Offline

    Em 18/10/2020, aapc01 escreveu:


    vi um comentário de que a empresa havan teve informação privilegiada... realmente não sei onde isso se encaixa, já que ela teve que pagar. a expressão refere-se muito ao mercado de capitais, onde se leva vantagem em ações ou venda/compra de dólares, enfim...


    Ela foi a unica empesa que fez publicidade - com placas no estadio!- durante o jogo.
    Mas a divulgação do acordo foi feita pouco antes do jogo começar......como ela sabia que o jogo seria transmitido na tv aberta para justificar o investimento? tem alguma ideia?

    PS; "informação privilegiada" se aplica sempre que alguem ou alguma empresa tem acesso a uma informação que não é pública e se beneficia com isso...

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 19/10/2020 às 15:59
    Autor: lobowas Offline

    Em 19/10/2020, JanSed escreveu:

    Em 18/10/2020, aapc01 escreveu:


    vi um comentário de que a empresa havan teve informação privilegiada... realmente não sei onde isso se encaixa, já que ela teve que pagar. a expressão refere-se muito ao mercado de capitais, onde se leva vantagem em ações ou venda/compra de dólares, enfim...


    Ela foi a unica empesa que fez publicidade - com placas no estadio!- durante o jogo.
    Mas a divulgação do acordo foi feita pouco antes do jogo começar......como ela sabia que o jogo seria transmitido na tv aberta para justificar o investimento? tem alguma ideia?

    PS; "informação privilegiada" se aplica sempre que alguem ou alguma empresa tem acesso a uma informação que não é pública e se beneficia com isso...


    Talvez porque o dono da havan seja um dos principais apoiadores do presidente (leia-se puxa saco)?

  • aapc01

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 19/10/2020 às 16:19
    Autor: aapc01 Offline

    Em 19/10/2020, lobowas escreveu:

    Em 19/10/2020, JanSed escreveu:

    Em 18/10/2020, aapc01 escreveu:


    vi um comentário de que a empresa havan teve informação privilegiada... realmente não sei onde isso se encaixa, já que ela teve que pagar. a expressão refere-se muito ao mercado de capitais, onde se leva vantagem em ações ou venda/compra de dólares, enfim...


    Ela foi a unica empesa que fez publicidade - com placas no estadio!- durante o jogo.
    Mas a divulgação do acordo foi feita pouco antes do jogo começar......como ela sabia que o jogo seria transmitido na tv aberta para justificar o investimento? tem alguma ideia?

    PS; "informação privilegiada" se aplica sempre que alguem ou alguma empresa tem acesso a uma informação que não é pública e se beneficia com isso...


    Talvez porque o dono da havan seja um dos principais apoiadores do presidente (leia-se puxa saco)?


    sempre gosto de deixar claro... é minha opinião

    não foi tão em cima da hora. pelo que me lembro faltavam algumas horas para o jogo acontecer quando saiu a notícia. e hoje em dia, em poucos segundos um arquivo é enviado para poder aparecer nas placas

    sim, por apoiar o governo, a empresa recebeu uma ligação de alguém ligado a ele, governo, se queria investir no evento

    não é vantagem nenhuma se tem que pagar, é publicidade

    é puxa saco do governo? sim, como todas as grandes mídias, outras grandes empresas, construtoras em geral e outras que são puxa sacos dos governos de esquerda... qual o problema? se é de um lado pode o outro não?

    menos torcida e mais lógica... sempre uma empresa vai ter alguém para apoiar/seguir. em uma democracia é uma coisa extraordinária e boa... o problema é pagar sitios, guarda móveis, palestras que não foram palestradas (ao menos não existe testemunhas ou fotos/vídeos).

    ou o governo iria ligar para a "falha" para fazer o anúncio?

    novamente, a propaganda da havan é normal, assim como foi normal o ex-presidiário pedir para empresas ajudar em alguma coisa. (que não fosse em causa própria)

    agora, se o comentário é que deveriam ter tido outros anunciantes por ser "vantajoso"... quem disse que não houve contato? e se houve e recusaram?

    hoje as empresas estão mais preocupadas em "parecerem bondosas" do que anunciar em jogo da seleção...

    a não ser que exista reportagens onde empresas estão loucas por que queriam patrocinar e foram recusadas... nisso não acredito mesmo.

    quanto a informação privilegiada... se vocês mesmo comentam que foi em cima da hora, e a empresa é amiga, como expliquei acima, caracteriza urgência. agora vem a outra parte... os próximos jogos já está claro que, ou a globo e cia compram ou a cbf vai repetir o que foi feito.

    agora vamos ver se as "inimigas" do governo vão querer anunciar ou denunciar que estão querendo anunciar e não estão deixando.

    abs

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 19/10/2020 às 19:57
    Autor: lobowas Offline

    Em 19/10/2020, aapc01 escreveu:

    Em 19/10/2020, lobowas escreveu:

    Em 19/10/2020, JanSed escreveu:

    Em 18/10/2020, aapc01 escreveu:


    vi um comentário de que a empresa havan teve informação privilegiada... realmente não sei onde isso se encaixa, já que ela teve que pagar. a expressão refere-se muito ao mercado de capitais, onde se leva vantagem em ações ou venda/compra de dólares, enfim...


    Ela foi a unica empesa que fez publicidade - com placas no estadio!- durante o jogo.
    Mas a divulgação do acordo foi feita pouco antes do jogo começar......como ela sabia que o jogo seria transmitido na tv aberta para justificar o investimento? tem alguma ideia?

    PS; "informação privilegiada" se aplica sempre que alguem ou alguma empresa tem acesso a uma informação que não é pública e se beneficia com isso...


    Talvez porque o dono da havan seja um dos principais apoiadores do presidente (leia-se puxa saco)?


    sempre gosto de deixar claro... é minha opinião

    não foi tão em cima da hora. pelo que me lembro faltavam algumas horas para o jogo acontecer quando saiu a notícia. e hoje em dia, em poucos segundos um arquivo é enviado para poder aparecer nas placas

    sim, por apoiar o governo, a empresa recebeu uma ligação de alguém ligado a ele, governo, se queria investir no evento

    não é vantagem nenhuma se tem que pagar, é publicidade

    é puxa saco do governo? sim, como todas as grandes mídias, outras grandes empresas, construtoras em geral e outras que são puxa sacos dos governos de esquerda... qual o problema? se é de um lado pode o outro não?

    menos torcida e mais lógica... sempre uma empresa vai ter alguém para apoiar/seguir. em uma democracia é uma coisa extraordinária e boa... o problema é pagar sitios, guarda móveis, palestras que não foram palestradas (ao menos não existe testemunhas ou fotos/vídeos).

    ou o governo iria ligar para a "falha" para fazer o anúncio?

    novamente, a propaganda da havan é normal, assim como foi normal o ex-presidiário pedir para empresas ajudar em alguma coisa. (que não fosse em causa própria)

    agora, se o comentário é que deveriam ter tido outros anunciantes por ser "vantajoso"... quem disse que não houve contato? e se houve e recusaram?

    hoje as empresas estão mais preocupadas em "parecerem bondosas" do que anunciar em jogo da seleção...

    a não ser que exista reportagens onde empresas estão loucas por que queriam patrocinar e foram recusadas... nisso não acredito mesmo.

    quanto a informação privilegiada... se vocês mesmo comentam que foi em cima da hora, e a empresa é amiga, como expliquei acima, caracteriza urgência. agora vem a outra parte... os próximos jogos já está claro que, ou a globo e cia compram ou a cbf vai repetir o que foi feito.

    agora vamos ver se as "inimigas" do governo vão querer anunciar ou denunciar que estão querendo anunciar e não estão deixando.

    abs


    Só para esclarecer, não sou de esquerda, sou de direita, e acho puxa saquismo uma coisa deplorável, pois enquanto tiver gente puxando o saco, quem está no comando, vai continuar fazendo o que quer. As vezes acerta e as vezes erra. E quando erra, se não tiver críticas, vai continuar errando. E se a havan teve informações privilegiadas, é errado, assim como nos governos anteriores teve uma sucessão de erros e roubos. Posições erradas tem que ser criticada qualquer que seja a ideologia, assim como usar a tv estatal para receber elogios numa campanha política velada.

  • aapc01

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 19/10/2020 às 20:19
    Autor: aapc01 Offline

    Em 19/10/2020, lobowas escreveu:

    Em 19/10/2020, aapc01 escreveu:

    Em 19/10/2020, lobowas escreveu:

    Em 19/10/2020, JanSed escreveu:

    Em 18/10/2020, aapc01 escreveu:


    vi um comentário de que a empresa havan teve informação privilegiada... realmente não sei onde isso se encaixa, já que ela teve que pagar. a expressão refere-se muito ao mercado de capitais, onde se leva vantagem em ações ou venda/compra de dólares, enfim...


    Ela foi a unica empesa que fez publicidade - com placas no estadio!- durante o jogo.
    Mas a divulgação do acordo foi feita pouco antes do jogo começar......como ela sabia que o jogo seria transmitido na tv aberta para justificar o investimento? tem alguma ideia?

    PS; "informação privilegiada" se aplica sempre que alguem ou alguma empresa tem acesso a uma informação que não é pública e se beneficia com isso...


    Talvez porque o dono da havan seja um dos principais apoiadores do presidente (leia-se puxa saco)?


    sempre gosto de deixar claro... é minha opinião

    não foi tão em cima da hora. pelo que me lembro faltavam algumas horas para o jogo acontecer quando saiu a notícia. e hoje em dia, em poucos segundos um arquivo é enviado para poder aparecer nas placas

    sim, por apoiar o governo, a empresa recebeu uma ligação de alguém ligado a ele, governo, se queria investir no evento

    não é vantagem nenhuma se tem que pagar, é publicidade

    é puxa saco do governo? sim, como todas as grandes mídias, outras grandes empresas, construtoras em geral e outras que são puxa sacos dos governos de esquerda... qual o problema? se é de um lado pode o outro não?

    menos torcida e mais lógica... sempre uma empresa vai ter alguém para apoiar/seguir. em uma democracia é uma coisa extraordinária e boa... o problema é pagar sitios, guarda móveis, palestras que não foram palestradas (ao menos não existe testemunhas ou fotos/vídeos).

    ou o governo iria ligar para a "falha" para fazer o anúncio?

    novamente, a propaganda da havan é normal, assim como foi normal o ex-presidiário pedir para empresas ajudar em alguma coisa. (que não fosse em causa própria)

    agora, se o comentário é que deveriam ter tido outros anunciantes por ser "vantajoso"... quem disse que não houve contato? e se houve e recusaram?

    hoje as empresas estão mais preocupadas em "parecerem bondosas" do que anunciar em jogo da seleção...

    a não ser que exista reportagens onde empresas estão loucas por que queriam patrocinar e foram recusadas... nisso não acredito mesmo.

    quanto a informação privilegiada... se vocês mesmo comentam que foi em cima da hora, e a empresa é amiga, como expliquei acima, caracteriza urgência. agora vem a outra parte... os próximos jogos já está claro que, ou a globo e cia compram ou a cbf vai repetir o que foi feito.

    agora vamos ver se as "inimigas" do governo vão querer anunciar ou denunciar que estão querendo anunciar e não estão deixando.

    abs


    Só para esclarecer, não sou de esquerda, sou de direita, e acho puxa saquismo uma coisa deplorável, pois enquanto tiver gente puxando o saco, quem está no comando, vai continuar fazendo o que quer. As vezes acerta e as vezes erra. E quando erra, se não tiver críticas, vai continuar errando. E se a havan teve informações privilegiadas, é errado, assim como nos governos anteriores teve uma sucessão de erros e roubos. Posições erradas tem que ser criticada qualquer que seja a ideologia, assim como usar a tv estatal para receber elogios numa campanha política velada.


    ótimo, bom saber que concordamos

    só disse que as informações precisam ser precisas se não fica uma discussão futebolística, esse é o meu ponto

    critico e muito, só que não aqui por conta das regras do TVM, diretamente governos. mas política em órgãos ligados a tv/comunicações eu falo mesmo

    ainda não entendi a questão que estão levantando como "informação privilegiada"... explico: isso é ligado a ganhos indevidos principalmente financeiros.

    se todos aqui dizem que foi em cima da hora... já falei isso.

    mas é isso, concordo com o que você falou, menos na questão privilegiada pois não sei o ganho que teve, a não ser de imagem. é como falar em monopólio em transmissão de futebol, quem tem são as confederações/clubes, as tvs tem exclusividade.

    essa é uma dúvida que tenho.

    há algum tempo teimavam que a net e demais tinham venda casada em combos e nem mostrando a definição da anatel, onde ela explicava o por que e por quais regras não era venda casada, a pessoa voltou e disse: "não me importa o que a anatel fala, eu acho e pronto!!!" ... aí não, né? eheheh

    enfim, tudo isso é retórica. a pergunta continua: e agora, nos próximos jogos, como será?

    abs

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 20/10/2020 às 20:06
    Autor: r2reis Offline

    TV Brasil X TV Cultura de olho em 2022...

  • aapc01

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 20/10/2020 às 20:41
    Autor: aapc01 Offline

    Em 20/10/2020, r2reis escreveu:

    TV Brasil X TV Cultura de olho em 2022...


    em qualquer um dos casos seria horrível isso acontecer. meu suado dinheiro não deve ser usado para essas "coisas"

  • Avatar

    Peru X Brasil na TV Brasil, diz CBF

    Operadora
    Postado em: 21/10/2020 às 09:33
    Autor: josecr Offline

    Pra quem a havan pagou pela publicidade?

  • Páginas:
  • 1
  • 2
As publicações desta página são unicamente de responsabilidade de seus autores, de acordo com os Termos de Uso da TV Magazine.

Busca no Fórum

Agenda de Canais

  • Atualize-nos: informe a TV Magazine sobre sinais abertos, alterações de canais e line-ups na sua cidade, seja TV aberta ou paga.

Fale Conosco

Dúvidas, ideias, sugestões, elogios ou críticas?
Queremos ouvir você!

© 2020 - TV Magazine, todos os direitos reservados. Programação da TV fornecida por Revista Eletrônica.
Proibida a cópia parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização expressa.