Estamos no seu:
Lembrar Apelido TVid

Novidades no streaming

  • Tópico criado por: josecr
  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 25/02/2021 às 13:37
    Autor: lucasbrighenti Offline

    O Prime Video adicionou hoje (25) o filme Cortina de Fogo 2 (Clique aqui). A sequência do sucesso de 1991 segue um investigador do Chicago F.D., que tem que rastrear os traficantes de armas que usam incêndios mortais como uma distração.

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 25/02/2021 às 13:40
    Autor: lucasbrighenti Offline

    O Prime Video adicionou hoje (25) mais um filme inédito no país, Adeus, Professor (The Professor, Clique aqui).

    Richard (Johnny Depp) é um professor universitário que é diagnosticado com uma doença terminal e tem sua vida transformada da noite pro dia. Se sentindo tão próximo do fim, ele decide jogar todo tipo de convenção pela janela e viver sua vida o mais intensamente e com maior liberdade possível, sem nenhuma preocupação.

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 26/02/2021 às 09:59
    Autor: josecr Offline

    ...Credit......
    Por TOM LEÃO, nacovadoleao.blogspot.com.br
    Publicado 26, Feb, 2021,09:02


    Quando vi a foto de divulgação da nova série do Amazon Prime Video, O internato: Las Cumbres, fiquei com um pé atrás. Afinal, nos últimos anos, temos visto várias séries algo parecidas com esta, passadas em colégios internos ou de classe média alta, com jovens rebeldes. Elite, do Netflix, por exemplo (também espanhola), é uma delas.

    Contudo, após ver o piloto de O Internato: Las Cumbres, mudei de ideia. E fiquei a fim de ver os outros episódios (apenas 8, no total). Porque curti o clima sombrio e um certo toque de terror que permeia o todo.
    A série se passa em um colégio interno onde crianças rebeldes vivem sob rígida disciplina escolar (tão rígida, a ponto de ter até celas solitárias para os mais rebeldes) para que possam ser reintegradas à sociedade. Pelo que percebemos, em alguns diálogos, todos os alunos que vão para lá têm algum problema no passado e foram rejeitados por todas as outras escolas pelas quais passaram. Las Cumbres é a última chance.

    Mais sobre o assunto:
    25/02/21
    - CRÍTICA - Monster Hunter: planejado para virar uma série, parece que não deu certo
    19/02/21
    TOM LEÃO: Streaming de graça? Tem sim, senhor!
    14/02/21
    Estou me guardando para quando o carnaval chegar Por Jornal do Brasil

    Macaque in the trees
    O Internato: Las Cumbres é uma versão reboot e reduzida da série O Internato (2007-2010), (Foto: Divulgação)
    A escola fica no topo de uma montanha (daí o nome em espanhol, cumbre é o alto de uma montanha) circundada por uma densa e nevoenta floresta. Nesta mesma montanha, próxima à escola, fica um antigo mosteiro, completamente isolado do mundo exterior, que abriga frades Dominicanos. E um mistério.

    Na floresta, conhecida por ser abrigo de antigas lendas, os alunos passam por aterrorizantes aventuras, num clima meio de RPG. Porque, enquanto eles tentam desvendar o sumiço de um dos alunos na mata (tentava fugir da escola e desapareceu), vamos seguindo diversas pistas com eles e descobrindo que, tanto a escola, quanto o mosteiro, escondem um terrível segredo que remonta aos anos 1500.



    O Internato: Las Cumbres é uma versão reboot e reduzida da série O Internato (2007-2010), que foi exibida na TV espanhola e teve três temporadas. Vamos ver se esta também consegue emplacar mais temporadas. Porque, até agora, saiu-se muito bem no mix de aventuras teen (o elenco jovem é ótimo) com toques de terror. Algo não muito comum.

    The Daily Poster
    Humanidade teria perdido ao menos 20 milhões de anos de vida para covid-19
    The Daily Poster
    LUIZ WERNECK VIANNA: O imprevisto, o Centrão e a política
    The Daily Poster
    Little Birds traz os contos eróticos de Anaïs Nin para o Starzplay

    R.U.G.I.D.O.S

    Macaque in the trees
    Billie Eilish: The Worlds a Little Blurry terá exibições, uma vez por dia (Foto: Divulgação)
    *O Amazon Prime Video anuncia o lançamento do filme inédito After: depois da verdade, que chega ao serviço de streaming no dia 15 de março. Dirigida por Roger Kumble, a sequência de After é uma adaptação do segundo volume da série de livros para jovens adultos de mesmo nome, escrita por Anna Todd.

    *A Starz anunciou a produção da série Gaslit, estrelada por Julia Roberts e Sean Penn. Matt Ross ("Capitão Fantástico") será o diretor e produtor executivo da obra, adaptada da primeira temporada do premiado podcast da Slate sobre o caso Watergate.



    *O poeta, músico e intelectual baiano José Carlos Capinan resgatará memórias de sua criação artística no período da ditadura militar brasileira (1964-1985) na série em 8 capítulos "O silêncio que canta por liberdade". Dirigido por Úrsula Corona e idealizado por Omar Marzagão, tem estreia prevista para o segundo semestre do ano, no Music Box Brazil.

    * Billie Eilish: The Worlds a Little Blurry mostra a vida da jovem cantora americana, após o sucesso do álbum "When We all Fall Asleep, Where Do We Go". Com direção de R.J. Cutler, o longa terá exibições, uma vez por dia, em todos os cinemas da Rede Cinemark e UCI, entre 26 de fevereiro e 3 de março.



  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 02/03/2021 às 15:53
    Autor: josecr Offline

    Desde maio do ano passado, a Disney se tornou a responsável operacional pelo serviço Hulu, um streaming que oferece acesso a programas ao vivo e on-demand. A plataforma também conta com séries e filmes originais. Inaugurada oficialmente em 2008, a empresa conta com 17 milhões de assinantes nos Estados Unidos. Acontece que nesta quarta-feira (5), o CEO da Disney, Bob Iger, confirmou que o Hulu finalmente expandirá para fora dos EUA.

    Isso já era um boato, mas foi confirmado pelo Bob Iger em teleconferência com investidores. A Disney agora tem controle operacional total do Hulu, após a aquisição da 21st Century Fox e acordo com a NBCU. Isso proporcionou meios para otimizar as operações e os planos internacionais do Hulu. A Disney disse que queria integrar melhor o Hulu às suas operações diretas ao consumidor, o que é o primeiro passo para conseguir cumprir suas ambições internacionais.

    A partir do próximo mês, o Hulu se tornará o serviço de streaming exclusivo para toda a nova programação do FX Original. Assim, o Hulu oferecerá streaming tanto de temporadas atuais das atrações do FX quanto temporadas anteriores. As informações são do portal norte-americano Tech Crunch.


    Amazon, Netflix, Hulu e o futuro dos serviços audiovisuais
    Spotify lança sistema de assinatura compartilhada com o Hulu
    Disney assume controle operacional do Hulu
    O conteúdo original expandido ajuda o Hulu a atrair assinantes em mercados onde seu catálogo pode não ser tão robusto quanto nos EUA. Isso inclui não apenas FX, mas também conteúdo de outros estúdios da Disney que não são exatamente voltados à família.

    A Disney não confirmou um prazo preciso para o lançamento internacional do Hulu, já que Iger disse que a primeira prioridade é o lançamento global do Disney +. E por falar nessa plataforma, a empresa anunciou que já cresceu para 26,5 milhões de assinantes pagantes. O Hulu, em comparação, tem 30,4 milhões no total, mas existe há cerca de 12 anos. Mas agora o Hulu está se beneficiando da demanda da Disney +, por meio do pacote nos EUA que envolve o Hulu, a Disney + e a ESPN + por US$ 12,99 (o equivalente a R$ 51,96) por mês. Segundo Iger, a plataforma streaming da Disney será lançada na Europa em março, depois na Índia, seguido pelo resto do mundo até 2021, incluindo a América Latina.

    Filmes, Séries, Musicas, Livros e Revistas e ainda frete grátis na Amazon por R$ 9,90 ao mês, com teste grátis por 30 dias. Tá esperando o que?

    "Sentimos que precisamos nos concentrar nesses lançamentos, no marketing e na criação de produtos para eles e depois entrar com o Hulu logo após ou logo depois disso", afirma Iger. "Portanto, não temos detalhes, exceto que planejamos começar a lançar o Hulu, eu diria provavelmente em 2021 - internacionalmente - após o lançamento do Disney+", acrescentou.

    Fonte: Tech Crunch

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 02/03/2021 às 17:20
    Autor: josecr Offline

    O serviço de streaming da ViacomCBS, o Paramount+, já tem data de lançamento e preço da mensalidade para o Brasil anunciados. O produto chegará por aqui ainda essa semana, na próxima quinta-feira (4), custando R$19,90.

    No catálogo do Paramount+, além de produções do estúdio, os assinantes também terão acesso ao catálogo da CBS, Showtime, MTV e Nickelodeon. Além disso, o serviço também terá conteúdos originais e filmes adicionados logo após a janela de exibição nos cinemas.
    A série do Showtime "The First Lady", que será estrelada por Viola Davis e contará a vida da ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama, chegará ao Paramount+. Outras produções como "Black Monday", "The Handmaids Tale" e "Dexter" também estarão no catálogo.
    Para a criançada, parte do portfólio da Nickelodeon estará disponível, com atrações como as animações "Bob Esponja" e "Dora, A Aventureira" e as live-actions "The Thundermans" e "Henry Danger
    O Paramount+ também exibirá reality shows da MTV, como "De Férias Com o Ex Brasil", "Are You The One? Brasil", "Catfish Brasil", "Adotada", "Jersey Shore", "Acapulco Shore" e as duas temporadas de "Jovens e mães".
    AMD lança no varejo três processadores para máquinas profissionais
    AMD lança no varejo três processadores para máquinas profissionais
    O serviço de streaming da ViacomCBS, o Paramount+, já tem data de lançamento e preço da mensalidade para o Brasil anunciados. O produto chegará por aqui ainda essa semana, na próxima quinta-feira (4), custando R$19,90.

    No catálogo do Paramount+, além de produções do estúdio, os assinantes também terão acesso ao catálogo da CBS, Showtime, MTV e Nickelodeon. Além disso, o serviço também terá conteúdos originais e filmes adicionados logo após a janela de exibição nos cinemas.

    PUBLICIDADE


    The Handmaids Tale estará no Paramount+. Crédito: Hulu/Divulgação
    A série do Showtime "The First Lady", que será estrelada por Viola Davis e contará a vida da ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama, chegará ao Paramount+. Outras produções como "Black Monday", "The Handmaids Tale" e "Dexter" também estarão no catálogo.


    Para a criançada, parte do portfólio da Nickelodeon estará disponível, com atrações como as animações "Bob Esponja" e "Dora, A Aventureira" e as live-actions "The Thundermans" e "Henry Danger".

    O Paramount+ também exibirá reality shows da MTV, como "De Férias Com o Ex Brasil", "Are You The One? Brasil", "Catfish Brasil", "Adotada", "Jersey Shore", "Acapulco Shore" e as duas temporadas de "Jovens e mães".


    Filme "Kamp Koral: SpongeBobs Under Years" será produção exclusiva da plataforma. Crédito: Paramount+/Divulgação
    Produções originais do Paramount+

    Entre as produções originais do serviço, estão confirmados "Kamp Koral: SpongeBobs Under Years", spin-off do Bob Esponja e a série em live-action "The Astronauts", além de uma versão em computação gráfica de "Rugrats".
    Também devem chegar ao serviço "The Man Who Fell to Eart", adaptação do filme de mesmo nome de 1976. "Mayor of Kingstown", série estrelada por Jeremy Renner, e "The Offer", minissérie dramática sobre os bastidores da trilogia "O Proderoso Chefão".
    Para assinar o Paramout+, basta acessar o site paramountplus.com a partir de quinta-feira ou baixar o aplicativo do serviço, que estará disponível para iOS, Android e smart TVs.

    Via: Cinema com Rapadura

  • aapc01

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 02/03/2021 às 17:54
    Autor: aapc01 Offline

    Em 02/03/2021, josecr escreveu:

    O serviço de streaming da ViacomCBS, o Paramount+, já tem data de lançamento e preço da mensalidade para o Brasil anunciados. O produto chegará por aqui ainda essa semana, na próxima quinta-feira (4), custando R$19,90.

    No catálogo do Paramount+, além de produções do estúdio, os assinantes também terão acesso ao catálogo da CBS, Showtime, MTV e Nickelodeon. Além disso, o serviço também terá conteúdos originais e filmes adicionados logo após a janela de exibição nos cinemas.
    A série do Showtime "The First Lady", que será estrelada por Viola Davis e contará a vida da ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama, chegará ao Paramount+. Outras produções como "Black Monday", "The Handmaids Tale" e "Dexter" também estarão no catálogo.
    Para a criançada, parte do portfólio da Nickelodeon estará disponível, com atrações como as animações "Bob Esponja" e "Dora, A Aventureira" e as live-actions "The Thundermans" e "Henry Danger
    O Paramount+ também exibirá reality shows da MTV, como "De Férias Com o Ex Brasil", "Are You The One? Brasil", "Catfish Brasil", "Adotada", "Jersey Shore", "Acapulco Shore" e as duas temporadas de "Jovens e mães".
    AMD lança no varejo três processadores para máquinas profissionais
    AMD lança no varejo três processadores para máquinas profissionais
    O serviço de streaming da ViacomCBS, o Paramount+, já tem data de lançamento e preço da mensalidade para o Brasil anunciados. O produto chegará por aqui ainda essa semana, na próxima quinta-feira (4), custando R$19,90.

    No catálogo do Paramount+, além de produções do estúdio, os assinantes também terão acesso ao catálogo da CBS, Showtime, MTV e Nickelodeon. Além disso, o serviço também terá conteúdos originais e filmes adicionados logo após a janela de exibição nos cinemas.

    PUBLICIDADE


    The Handmaids Tale estará no Paramount+. Crédito: Hulu/Divulgação
    A série do Showtime "The First Lady", que será estrelada por Viola Davis e contará a vida da ex-primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama, chegará ao Paramount+. Outras produções como "Black Monday", "The Handmaids Tale" e "Dexter" também estarão no catálogo.


    Para a criançada, parte do portfólio da Nickelodeon estará disponível, com atrações como as animações "Bob Esponja" e "Dora, A Aventureira" e as live-actions "The Thundermans" e "Henry Danger".

    O Paramount+ também exibirá reality shows da MTV, como "De Férias Com o Ex Brasil", "Are You The One? Brasil", "Catfish Brasil", "Adotada", "Jersey Shore", "Acapulco Shore" e as duas temporadas de "Jovens e mães".


    Filme "Kamp Koral: SpongeBobs Under Years" será produção exclusiva da plataforma. Crédito: Paramount+/Divulgação
    Produções originais do Paramount+

    Entre as produções originais do serviço, estão confirmados "Kamp Koral: SpongeBobs Under Years", spin-off do Bob Esponja e a série em live-action "The Astronauts", além de uma versão em computação gráfica de "Rugrats".
    Também devem chegar ao serviço "The Man Who Fell to Eart", adaptação do filme de mesmo nome de 1976. "Mayor of Kingstown", série estrelada por Jeremy Renner, e "The Offer", minissérie dramática sobre os bastidores da trilogia "O Proderoso Chefão".
    Para assinar o Paramout+, basta acessar o site paramountplus.com a partir de quinta-feira ou baixar o aplicativo do serviço, que estará disponível para iOS, Android e smart TVs.

    Via: Cinema com Rapadura


    no texto fala sobre catálogo da CBS... não encontrei as atrações que estarão disponíveis. você encontrou alguma coisa?

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 05/03/2021 às 09:17
    Autor: josecr Offline

    COLUNISTAS | TOM LEÃO

    Soulmates: existe mesmo alma gêmea?
    ...
    ...Credit......
    Por TOM LEÃO, nacovadoleao.blogspot.com.br
    Publicado 05, Mar, 2021,09:03


    Hoje em dia, existe aplicativo pra tudo. Até mesmo para encontrar pessoas. Em todos os sentidos, inclusive o sexual. Há desde o polêmico Ashley Madison, que propõe que pessoas casadas pulem a cerca, sem que o parceiro fique sabendo, até os já bastante populares Tinder (encontros sexuais hetero) e Grindr (encontros gay). Mas, e se existisse um teste ou aplicativo que nos levasse a encontrar a tal da alma gêmea, o parceiro perfeito?

    É sobre isso que trata a série Soulmates, uma produção da AMC, que estreou este mês no Prime Video. Cocriada por William Bridges (premiado com Emmy pelas séries Black Mirror e Strangers things, que se baseou no seu curta Follows for life, de 2013), tem apenas seis capítulos, e se passa, aproximadamente, 15 anos à frente do tempo presente - e fala sobre um teste desenvolvido para que as pessoas possam saber, com 100% de precisão, quem é a sua alma gêmea. A empresa se chama Connex, e dá a entender, como vemos na série, que é um teste caro de se fazer. Os envolvidos, geralmente, são pessoas que economizaram ou são ricos.

    Mais sobre o assunto:
    24/03/19
    Djalma Corrêa tem gravação do 1º show de Gal, Gil, Caetano e Bethânia juntos
    24/07/20
    Dia dos Avós: vovôs e vovós jovens trabalham no supermercado e curtem os netos, mesmo a distância
    31/08/18
    Ai que saudades que tenho da aurora!: confira crítica da peça O Frenetic Dancing Days

    Macaque in the trees
    Produção da AMC, que estreou este mês no Prime Video (Foto: Divulgação)
    Com seus testes realizados, os pretendentes podem correr atrás dos seus parceiros (em qualquer parte do planeta) ou mesmo receber uma resposta como: "Sua alma gêmea ainda não foi testada". E ficar, ansiosamente, no aguardo. O que pode levar até alguns anos. Tempo o bastante para a pessoa até já estar casada. Soulmates explora a temática por meio de seis histórias provocantes sobre o custo de encontrar o amor verdadeiro. Cada uma delas é independente da anterior, tendo em comum apenas a ligação do teste feito pela Connex. Por isso, pode-se ver até fora de ordem, se quiser.

    Nesta primeira temporada, vemos episódios que mostram um casal há muito casado, mas em crise, o que leva um deles a fazer o teste; um jovem gay que, de passagem pelo México, em busca de sua alma gêmea oficial, acaba conhecendo o verdadeiro amor de sua vida; outro que teve sua alma gêmea morta antes do encontro; uma que mostra que você pode ter uma relação forte com alguém que conheceu do modo tradicional. Ou, até mesmo, usar o resultado do teste para fazer o mal. Há muitas variantes.
    A série questiona, o tempo todo, o valor do teste. Afinal, existe mesmo a tal alma gêmea?



    R.U.G.I.D.O.S

    The Daily Poster
    Hugo e Tiago comemoram 15 anos de carreira
    The Daily Poster
    Ilha de liberdade e alegria é recriada e estreia hoje, sob direção de Deborah Colker
    The Daily Poster
    SHOW - Luiz Pié e Vidal Assis apresentam "Nos chamam ébanos", no Teatro Municipal

    Macaque in the trees
    Falcão e o Soldado Invernal estreia dia 12 no Disney (Foto: Chuck Zlotnick/divulgação)
    * O Amazon Prime Video anunciou três novas séries brasileiras Originais Amazon que estarão disponíveis exclusivamente no serviço de streaming a partir de 2021: o drama Sentença, estrelado por Camila Morgado; a comédia Desjuntados; e 5xComédia, esta, baseada em peça de teatro, com diversos humoristas.

    * As sete temporadas de Mad Men agora estão no Starzplay, depois de passarem pelo Prime Video. Vencedora de vários prêmios, entre eles Globo de Ouro e Emmy, a série de Matthew Weiner foi aclamada pela crítica por sua autenticidade histórica e estilo visual, e mostra a cidade de Nova York dos anos 1960 focada no mundo dos publicitários da Madison Avenue.

    * Destaques de março no Disney+: "Raya e o Último Dragão"; as séries "Falcão e o Soldado Invernal" (a partir do dia 12), "The Mighty Ducks" (26) e o último episódio de "WandaVision", disponível a partir de hoje. A animação "Raya e o último dragão, que estreia simultaneamente nos cinemas, poderá ser vista até o dia 19 de março, por R$69,90 (sem limite de plays). Só após 23 de abril, estará disponível sem custos extras.



    * King, empresa líder em entretenimento interativo para dispositivos móveis, confirmou que a versão para celulares (Android e iOs) de Crash Bandicoot: on the run!" será lançada mundialmente no dia 25 de março de 2021. O jogo é um dos mais populares de PlayStation.



    ...
    Produção da AMC, que estreou este mês no Prime Video
    Falcão e o Soldado Invernal estreia dia 12 no Disney +


  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 11/03/2021 às 09:24
    Autor: josecr Offline

    A plataforma de streaming ZoOme.TV acaba de ser lançada e já promete revolucionar o mercado. Sem cobrar assinatura fixa, o serviço usa elementos visuais das redes sociais e entrega conteúdos de mais de 20 categorias, desde música até culinária.
    Na prática, a ferramenta parece com o YouTube , permitindo que os usuários vejam todos os vídeos divulgados por um criador de conteúdo - nomes como Gusttavo Lima, Pyong Lee e Viih Rocha já estão presentes.

    A diferença é que, apesar de ser gratuita, a plataforma permite que criadores de conteúdo cobrem por vídeos específicos. Quem decide o que e quanto cobrar é sempre o artista. "Esse modelo é vantajoso para os artistas e fãs. Além de pagar menos, o usuário valoriza seu canal preferido, visto que o valor pago beneficia diretamente o criador", explica Ricardo Kurtz, CEO do aplicativo.

    Leia também
    Disney+ ultrapassa a marca de 100 milhões de assinantes
    Popcorn Time e seus usuários levam processo por pirataria de filmes
    Paramount+: rival da Netflix chega ao Brasil por R$ 19,90; conheça o catálogo
    Além disso, o ZoOme.TV também tem a possibilidade de fãs interagirem com os produtores de conteúdo através de áudios e vídeos. O novo serviço de streaming está disponível tanto na web como em aplicativos para Android e iOS .

    Fonte: Tecnologia - iG @ https://tecnologia.ig.com.br/2021-03-10/plataforma-de-streaming-gratuita-chega-ao-brasil-conheca.html

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 11/03/2021 às 15:26
    Autor: simsky Offline

    As séries Frasier e NCIS foram retiradas do catálogo do Paramount +. Dei uma parada na segunda temporada de Frasier e quando retomei, a mesma estava fora, como também a NCIS.
    Alguém sabe o motivo?

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 12/03/2021 às 11:18
    Autor: josecr Offline

    Guilherme Ravache
    Colunista do UOL

    11/03/2021 17h36

    Resumo da notícia
    Netflix deve apertar o cerco para evitar o compartilhamento de senhas entre usuários do serviço de streaming
    Líder do segmento, plataforma deve ser seguida por outros players, cada vez mais preocupados em aumentar receitas
    A medida por ora está em testes e não causa impacto imediato aos usuários, mas indica a crescente preocupação em reduzir prejuízos
    As grandes plataformas de streaming são notórias por pesados investimentos e grandes prejuízos operacionais
    Serviços de streaming sempre fizeram vista grossa para o compartilhamento de senhas porque tinham como meta crescer a base de usuários
    Restrições ao compartilhamento de senha podem aumentar pirataria e cancelamento de assinaturas
    Essa semana, usuários estrangeiros da Netflix começaram a receber o seguinte aviso: "se você não mora com o proprietário desta conta, precisa de sua própria conta para continuar assistindo". Para acessar o serviço, agora é necessário verificar a conta com um e-mail ou código de texto, ou criar uma nova conta com um teste gratuito de 30 dias.

    Imagens do aviso têm sido compartilhadas em redes sociais. Um porta-voz da Netflix nos EUA afirmou ao site The Streamable que "este teste foi desenvolvido para ajudar a garantir que as pessoas que usam contas da Netflix estão autorizadas a fazê-lo".

    Colunistas do UOL

    Não está claro se os usuários no teste precisam estar no mesmo endereço IP (um número atribuído a dispositivos conectados à internet) para serem considerados da mesma casa.

    De acordo com os termos da Netflix, uma conta só pode ser compartilhada com membros de sua família: "O serviço Netflix e qualquer conteúdo visualizado por meio de nosso serviço são para seu uso pessoal e não comercial e não podem ser compartilhados com pessoas de fora de sua casa", acrescentou o porta-voz da Netflix ao site.


    Até o momento, os planos do Netflix limitavam o número de usuários simultâneos, mas a plataforma permitia que pessoas em diferentes regiões assistissem à programação simultaneamente, mesmo em endereços distintos.

    O aviso tem ocorrido em contas que acessam o Netflix por meio de TVs. Por hora não há notícias do aviso em dispositivos móveis.

    A prática de "rachar" a senha com familiares e amigos é comum entre assinantes de streaming, mas poucas plataformas atacavam o problema à medida que a prioridade era crescer a base de usuários. Entretanto, com mercado amadurecendo, os esforços para intensificar a cobrança por conteúdo devem aumentar, como recentes medidas de Spotify e Twitter apontam.

    Pirataria se torna um problema crescente
    A nova política da Netflix dá uma mostra do poder da plataforma, que tem a liderança absoluta do segmento. À medida que se torna mais controlado o acesso dos usuários, aumenta o custo da assinatura, potencialmente gerando dois problemas. O primeiro é o aumento da pirataria. A prática já tem incomodado streamings, particularmente na Ásia, onde canais reproduzem ilegalmente o conteúdo das plataformas.

    O segundo risco é o aumento do "churn" (uma métrica que indica o quanto uma empresa perdeu de assinantes. Para calcular o "churn", basta dividir a quantidade de clientes que perdeu até o final do período pelo total de clientes que iniciaram). Com o aumento dos valores das assinaturas aumentam, se torna mais frequente a prática de assinar por um mês, assistir o que puder, e cancelar rapidamente a assinatura.

    Ao endurecer as restrições, a Netflix mostra estar confiante o suficiente com a qualidade de seu conteúdo e a capacidade de reter e atrair novos usuários.

    A Netflix acrescentou um recorde de 37 milhões de assinantes em 2020, chegando a um total de 203,7 milhões de usuários quando o ano terminou - mais do que o dobro do que tinha apenas três anos antes. E enquanto a Covid-19 continua atrapalhando novas produções de cinema e televisão, a Netflix teria mais de 500 títulos em pós-produção ou prontos para lançamento na plataforma, afirmou a empresa no início do ano.

    Testes desse tipo costumam começar em países desenvolvidos, particularmente na Europa e também pelos Estados Unidos, e posteriormente são estendidos para outros países como o Brasil. Procurada, a Netflix Brasil ainda não respondeu.

    ** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

  • aapc01

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 12/03/2021 às 16:11
    Autor: aapc01 Offline

    quanto ao texto sobre a Netflix. ter quantidade não é qualidade. ela perdeu os maiores títulos dos grandes estúdios, o viés político dela é escancarado, ninguém aguenta mais ver essas séries dela, só assisto Star Trek e já estou chegando ao fim de todas... se me incomodarem com essa história, imediatamente saio e economizo praticamente 50,00 mês, o que dá para, aproximadamente 2 assinaturas novas

    se não me falha a memória, aqui mesmo colocaram uma posição de streamings nos EUA, sendo que a Netflix estava mantendo posição de primeiro lugar mas as outras estavam subindo.

    fora que todos os títulos dela estão em torrents, que é o caso citado acima. e para resolver isso querem que familiares, que não moram juntos, não possam assistir ao mesmo tempo?

    realmente o capitalismo de mercado passou longe desses "executivos"

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 14/03/2021 às 08:51
    Autor: OBRUXO Offline

    A Netflix esta parada nos lançamentos devido a pandemia , ainda bem que vai vir novos filmes e series , porque eu tava cansado de ver a
    NETCORREANAFLIX

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 14/03/2021 às 13:37
    Autor: josecr Offline

    COLUNISTAS | TOM LEÃO

    Num streaming/cinema perto de você
    .

    ...
    ...Credit......
    Por TOM LEÃO, nacovadoleao.blogspot.com.br
    Publicado 12, Mar, 2021,09:03


    Os cinemas começaram, timidamente, a (re)abrir, aqui e ali. E a lançar filmes novos e em maior escala. Ainda está tudo meio incerto. Mas já começamos a ter mais do que dois lançamentos por semana, indo além de reprises ou relançamentos. Como estava acontecendo desde o começo da pandemia, quando o único grande filme lançado, de fato, foi Tenet.

    Contudo, a maioria deles está saindo, também, nos serviços de streaming ou de VOD (no qual você paga à parte). É o caso dos últimos grandes lançamentos internacionais, "Judas e o Messias Negro, Um Príncipe em Nova York 2", "Tom & Jerry", "News of the World" e "Raya e o Último Dragão", entre os mais destacados.

    Mais sobre o assunto:
    18/12/20
    Briga de cachorro grande em 2021
    15/05/20
    OS FILMES QUE FORAM DIRETO PRO VOD
    04/12/20
    Os novos formatos da TV paga
    Macaque in the trees
    Raya é a mais nova animação Disney (Foto: Divulgação)
    "Raya" é a mais nova animação Disney, que, tanto aqui, como nos Estados Unidos, estreou simultaneamente nos cinemas e no Disney+. Porém, a princípio, os assinantes do Disney+ terão de pagar um extra para vê-lo em casa quantas vezes quiser, até dia 19: R$69,90. Após 23 de abril, estará disponível para todos.
    Já Tom & Jerry" e "Judas e o Messias Negro" ("Judas and the Black Messiah"), por enquanto, só nos cinemas. Mas no final de junho poderão ser vistos no HBO Max, quando o novo serviço de streaming estreia no Brasil. Misturando atores reais com animação, "Tom & Jerry" lidera as bilheterias do país há duas semanas. E "Judas...", passado nos anos 60, e baseado na morte de Fred Hampton, líder do movimento Black Panther (Globo de Ouro de melhor ator a Daniel Kaluuya, no papel), faz carreira modesta.

    Tanto a sequência de "Um Príncipe em Nova York", com Eddie Murphy, quanto o western "Relatos do Mundo" ("News of the World"), com Tom Hanks, a princípio, estreariam nos cinemas americanos, no ano passado. Mas, por conta da Covid-19, o primeiro foi comprado da Paramount pelo Prime Video, da Amazon; e o segundo, a Netflix comprou da Universal. Ambos, já estão nas plataformas, sem custos extras. E nesta semana entra em cartaz mais um filme que fará parte do HBO Max, o policial "Os Pequenos Vestígios" ("The Little Things"), com Denzel Washington e Rami Malek como policiais no encalço de um serial killer. Aí você decide se os verá em casa ou nos cinemas.



    R.U.G.I.D.O.S

    Macaque in the trees
    *"Cabloco de pena", que explora a dança Bumba Meu Boi, está disponível no Youtube (Foto: Divulgação)
    *Meio de sopetão, o Paramount+, o último grande serviço de streaming que faltava, estreou nos Estados Unidos e América Latina (Brasil incluso) no mesmo dia, na semana passada. Traz conteúdo da ViacomCBS, que inclui filmes (Paramount), séries (CBS), animações (Nickelodeon), variedades (MTV) e também esportes (série A do campeonato Brasileiro) e notícias. Está rolando degustação no gratuito Pluto TV, que faz parte do grupo, até 31 de março.

    *Starz anunciou o revival da série "Party Down" (2009) como uma minissérie em seis partes. A nova versão está sendo desenvolvida e produzida pelos mesmos produtores executivos da série original: Rob Thomas ("Veronica Mars"), John Enbom ("iZombie"), Paul Rudd ("Homem-Formiga") e Dan Etheridge ("Veronica Mars", "iZombie "). Mostra atores que vão para Los Angeles, tentar a carreira nas telas, mas acabam trabalhando numa empresa de catering para cinema e TV.

    *O Amazon Prime Video e o Amazon Studios anunciaram que destinarão cerca de R$ 5,3 milhões para apoiar a comunidade audiovisual brasileira durante a pandemia de covid-19. A doação será feita para o fundo de combate à doença, do Instituto de Conteúdos Audiovisuais Brasileiros (ICAB).

    * "The Day Sports Stood Still", documentário da HBO Sports que relata a paralisação sem precedentes do mundo dos esportes devido à covid-19, estreia quarta-feira, 24 de março, às 22h, na HBO e na HBO GO. *"Cabloco de pena", que explora a dança Bumba Meu Boi, está disponível no Youtube neste mês, grátis.



    ...
    Raya é a mais nova animação Disney
    *"Cabloco de pena", que explora a dança Bumba Meu Boi, está disponível no Youtube


  • Rafael23_RJ

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 16/03/2021 às 10:33
    Autor: Rafael23_RJ Offline

    Em 11/03/2021, josecr escreveu:

    A plataforma de streaming ZoOme.TV acaba de ser lançada e já promete revolucionar o mercado. Sem cobrar assinatura fixa, o serviço usa elementos visuais das redes sociais e entrega conteúdos de mais de 20 categorias, desde música até culinária.
    Na prática, a ferramenta parece com o YouTube , permitindo que os usuários vejam todos os vídeos divulgados por um criador de conteúdo - nomes como Gusttavo Lima, Pyong Lee e Viih Rocha já estão presentes.

    A diferença é que, apesar de ser gratuita, a plataforma permite que criadores de conteúdo cobrem por vídeos específicos. Quem decide o que e quanto cobrar é sempre o artista. "Esse modelo é vantajoso para os artistas e fãs. Além de pagar menos, o usuário valoriza seu canal preferido, visto que o valor pago beneficia diretamente o criador", explica Ricardo Kurtz, CEO do aplicativo.

    Leia também
    Disney+ ultrapassa a marca de 100 milhões de assinantes
    Popcorn Time e seus usuários levam processo por pirataria de filmes
    Paramount+: rival da Netflix chega ao Brasil por R$ 19,90; conheça o catálogo
    Além disso, o ZoOme.TV também tem a possibilidade de fãs interagirem com os produtores de conteúdo através de áudios e vídeos. O novo serviço de streaming está disponível tanto na web como em aplicativos para Android e iOS .

    Fonte: Tecnologia - iG @ https://tecnologia.ig.com.br/2021-03-10/plataforma-de-streaming-gratuita-chega-ao-brasil-conheca.html


    Quero muito conhecer o catálogo da Paramount+ para saber se me agrada pois, já contratei vários Streaming apesar da grana estar dando.

  • jailsonrf

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 16/03/2021 às 11:04
    Autor: jailsonrf Offline

    Em 12/03/2021, josecr escreveu:

    Guilherme Ravache
    Colunista do UOL

    11/03/2021 17h36

    Resumo da notícia
    Netflix deve apertar o cerco para evitar o compartilhamento de senhas entre usuários do serviço de streaming
    Líder do segmento, plataforma deve ser seguida por outros players, cada vez mais preocupados em aumentar receitas
    A medida por ora está em testes e não causa impacto imediato aos usuários, mas indica a crescente preocupação em reduzir prejuízos
    As grandes plataformas de streaming são notórias por pesados investimentos e grandes prejuízos operacionais
    Serviços de streaming sempre fizeram vista grossa para o compartilhamento de senhas porque tinham como meta crescer a base de usuários
    Restrições ao compartilhamento de senha podem aumentar pirataria e cancelamento de assinaturas
    Essa semana, usuários estrangeiros da Netflix começaram a receber o seguinte aviso: "se você não mora com o proprietário desta conta, precisa de sua própria conta para continuar assistindo". Para acessar o serviço, agora é necessário verificar a conta com um e-mail ou código de texto, ou criar uma nova conta com um teste gratuito de 30 dias.

    Imagens do aviso têm sido compartilhadas em redes sociais. Um porta-voz da Netflix nos EUA afirmou ao site The Streamable que "este teste foi desenvolvido para ajudar a garantir que as pessoas que usam contas da Netflix estão autorizadas a fazê-lo".

    Colunistas do UOL

    Não está claro se os usuários no teste precisam estar no mesmo endereço IP (um número atribuído a dispositivos conectados à internet) para serem considerados da mesma casa.

    De acordo com os termos da Netflix, uma conta só pode ser compartilhada com membros de sua família: "O serviço Netflix e qualquer conteúdo visualizado por meio de nosso serviço são para seu uso pessoal e não comercial e não podem ser compartilhados com pessoas de fora de sua casa", acrescentou o porta-voz da Netflix ao site.


    Até o momento, os planos do Netflix limitavam o número de usuários simultâneos, mas a plataforma permitia que pessoas em diferentes regiões assistissem à programação simultaneamente, mesmo em endereços distintos.

    O aviso tem ocorrido em contas que acessam o Netflix por meio de TVs. Por hora não há notícias do aviso em dispositivos móveis.

    A prática de "rachar" a senha com familiares e amigos é comum entre assinantes de streaming, mas poucas plataformas atacavam o problema à medida que a prioridade era crescer a base de usuários. Entretanto, com mercado amadurecendo, os esforços para intensificar a cobrança por conteúdo devem aumentar, como recentes medidas de Spotify e Twitter apontam.

    Pirataria se torna um problema crescente
    A nova política da Netflix dá uma mostra do poder da plataforma, que tem a liderança absoluta do segmento. À medida que se torna mais controlado o acesso dos usuários, aumenta o custo da assinatura, potencialmente gerando dois problemas. O primeiro é o aumento da pirataria. A prática já tem incomodado streamings, particularmente na Ásia, onde canais reproduzem ilegalmente o conteúdo das plataformas.

    O segundo risco é o aumento do "churn" (uma métrica que indica o quanto uma empresa perdeu de assinantes. Para calcular o "churn", basta dividir a quantidade de clientes que perdeu até o final do período pelo total de clientes que iniciaram). Com o aumento dos valores das assinaturas aumentam, se torna mais frequente a prática de assinar por um mês, assistir o que puder, e cancelar rapidamente a assinatura.

    Ao endurecer as restrições, a Netflix mostra estar confiante o suficiente com a qualidade de seu conteúdo e a capacidade de reter e atrair novos usuários.

    A Netflix acrescentou um recorde de 37 milhões de assinantes em 2020, chegando a um total de 203,7 milhões de usuários quando o ano terminou - mais do que o dobro do que tinha apenas três anos antes. E enquanto a Covid-19 continua atrapalhando novas produções de cinema e televisão, a Netflix teria mais de 500 títulos em pós-produção ou prontos para lançamento na plataforma, afirmou a empresa no início do ano.

    Testes desse tipo costumam começar em países desenvolvidos, particularmente na Europa e também pelos Estados Unidos, e posteriormente são estendidos para outros países como o Brasil. Procurada, a Netflix Brasil ainda não respondeu.

    ** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL



    Vai entender, a empresa vende o pacote por tela e não quer que o cara acesse fora da casa também? Muitos só tem o Netflix porque pode compartilhar telas para pagar menos, pois dividindo com os parentes como eu faço aqui dá para economizar para até assinar outro streaming.
    Veja bem, 1 tela simples a empresa cobra 21,90 R$ e não oferece HD, apenas imagem em SD, so que uma assinatura de duas telas como é o meu caso, me cobram 32,90 R$ e divido com a minha irmã a tela extra, então pago 15,45 R$ e ela a outra parte, temos conteúdos em HD, é isso que a empresa tem que rever, tem que valorizar o cliente, de nada adianta oferecer um serviço de entrada em SD por um preço alto, por mim eu só assinaria 1 tela mesmo, mas pelo preço justo e com qualidade.
    Tentar implantar isso para mim é suicídio, principalmente pela quantidade de streaming que estão chegando ao mercado, ou ela faz ajustes de preço nas telas ou perderá muitos clientes por insatisfação.
    A Netflix tem que entender que fazendo isso a minha irmã não vai assinar outro plano a parte, provavelmente iremos cancelar o plano atual.

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 20/03/2021 às 10:06
    Autor: josecr Offline

    ...Credit......
    Por TOM LEÃO, nacovadoleao.blogspot.com.br
    Publicado 19, Mar, 2021,09:03


    O último grande player dos serviços de streaming, Paramount+, acaba de chegar ao Brasil. Agora, com a entrada prevista para junho do HBO Max, o país terá representantes locais de todos os grandes. O serviço, da ViacomCBS, trará conteúdo dos canais Showtime, Comedy Central, MTV, Nickelodeon, Smithsonian, além do acervo da Paramount Pictures.

    Paramount+ (lê-se Paramount Plus) será a plataforma das estreias do Showtime no Brasil, que, além do catálogo que conta com séries cultuadas, como "Dexter", terá também inéditas aqui. Como "Your Honor", com Bryan Cranston ("Breaking Bad"), além das originais do Showtime, "Good Lord Bird", com Ethan Hawke; "The Comey Rule", com Jeff Daniels; e "Escape at Dannemora", estrelada por Benicio del Toro e Patricia Arquette, com direção de Ben Stiller.

    Mais sobre o assunto:
    12/03/21
    Num streaming/cinema perto de você Por Jornal do Brasil
    11/09/20
    Amazon lança Prime Vídeo Channels
    27/11/20
    Pluto TV já chegou no Brasil. De graça

    O novo serviço de streaming (que tem uma interface similar à do Disney+) oferecerá outras séries originais, incluindo "No Activity", com J.K. Simmons; "Strange Angel"; além do inédito spin-off do Bob Esponja, "Kamp Koral". E ainda: "Two Weeks to Live", minissérie inglesa em seis episódios, com Maisie Williams; e a quarta temporada da aclamada "The Handmaids Tale".

    Macaque in the trees
    O valor da assinatura mensal do Paramount Plus é R,90 (Foto: Reprodução)

    Na parte de filmes, há desde "A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça", de Tim Burton, com Johnny Depp; "The Fanatic", com John Travolta (inédito nos cinemas brasileiros); além de contar com a série "Missão: Impossível" (do 1 ao 5) e a aclamada trilogia de "O Poderoso Chefão".



    O serviço conta, também, com um extenso acervo de conteúdos vindos da CBS, que inclui séries como "NCIS", "Twin Peaks", "The Good Wife", "Todo Mundo Odeia o Chris", "Ray Donovan" e "The Affair". Também contará com produções originais e brasileiras da MTV e do Comedy Central, como "South Park" e a nona temporada de "A Culpa é do Cabral".

    The Daily Poster
    IESA RODRIGUES: Noivas seguem para São Paulo
    The Daily Poster
    Dois bons filmes que viraram séries
    The Daily Poster
    Bordando vidas, flores, pássaros e amizades

    O Paramount+ estará disponível no site ParamountPlus.com e em smartphones e smart TVs, através do aplicativo Paramount+ para iOS e Android. O serviço também terá ampla distribuição nos principais parceiros latino-americanos, incluindo Apple, canais do Amazon Prime Video, Claro Brasil, Mercado Livre, Oi e Vivo. E nos devices Roku e Fire Stick. Mas ainda não está em SmarTVs da LG e Samsung.

    O valor da assinatura mensal do serviço (que tem navegação fluida e limpa) é R$19,90. Ainda não foi anunciado nenhum preço promocional para pacote anual, como fazem Amazon e Disney+

    R.U.G.I.D.O.S

    * Dedicado 100% à cultura negra, canal BET (Black Entertainment Television) chega ao brasil com exclusividade na Pluto TV. Estará disponível gratuitamente a partir de 26 de março, no canal 154. O BET trará séries, reality shows, competições e alguns dos programas icônicos do ator e produtor Tyler Perry



    * "Q: Into the Storm", documentário em seis episódios sobre o fenômeno QAnon, estreia 21 de março, às 23h, na HBO e HBO GO. O doc analisa a influência do QAnon na cultura norte-americana e questiona as consequências da liberdade de expressão sem limites.
    *Starzplay confirmou que o rapper Snoop Dogg vai participar da série "Black Mafia Family" em um papel recorrente, não apenas uma participação especial. A série está sendo filmada em Atlanta e Detroit, nos EUA.

    * "Desconstruída", websérie de Clara Ferrer e Fidelys Fraga (que também a dirige), mostra de forma bem humorada, através de seis personagens, o tanto de polarização (e dissimulação) por trás dos comportamentos nas redes sociais. A primeira temporada tem nove episódios de cinco minutos cada. A estreia é no dia 26 de março, no Instagram da série.

    * O Comedy Central vai exibir o episódio especial de vacinação de "South Park". Com uma hora de duração, o especial estreia na quarta-feira, 24 de março, às 22h30, no Comedy Central (e também vai passar simultaneamente na MTV e Paramount Network).

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 23/03/2021 às 15:12
    Autor: josecr Offline

    SÃO PAULO
    Com cinemas fechados em São Paulo e em várias outras cidades por causa de uma pandemia de coronavírus descontrolada, ainda vai levar um bom tempo até que desapareça o medo de entrar em uma sala escura e fechada para ver um filme.

    Sem lançamentos, sem pipoca, sem cafezinho antes da sessão, os streamings se tornaram o melhor amigo dos cinéfilos e a principal opção hoje na hora de assistir a qualquer coisa. Mas surge uma questão: qual plataforma escolher? E mais: como todas são pagas, qual vale mais a pena assinar?

    Com um potencial de mais de 200 milhões de espectadores, o Brasil foi invadido por esses sites. Há os clássicos, como a Netflix e o Amazon Prime Video. Tem os brasileiros, caso do Globoplay e do Looke. Isso sem falar das novidades, como a Paramount+, o DirecTV Go e o Disney+. E existem outros no horizonte, como a HBO Max, que deve chegar ao país em junho.

    Para ajudar a decidir qual serviço escolher, o Guia preparou uma avaliação das principais opções disponíveis atualmente por aqui. Ao todo, 14 streamings foram analisados: Amazon Prime Video, Apple TV+, Belas Artes à la Carte, DirecTV Go, Disney+, Globoplay, HBO Go, Looke, Mubi, Netflix, Paramount+, Starzplay, Telecine Play e UOL Play.

    1 14
    Veja os serviços de streaming que foram avaliados

    Todos foram avaliados em dez categorias, divididas entre conteúdo e critérios técnicos. No primeiro grupo, foi escolhido quem tem os melhores acervo, filmes, séries e produções originais, por exemplo. No segundo, examinou-se temas como navegabilidade e legendas em português.

    Em cada uma das categorias, os jurados deram notas de 0 a 5 para as plataformas. Os pontos foram somados e, então, foi calculada a média, chegando-se à nota final de cada uma -é esse o número que aparece nas tabelas. Quem obteve a maior nota final na categoria foi eleito o vencedor.

    Por fim, o streaming que somou mais vitórias nesses dez critérios transformou-se no grande campeão geral.

    Para chegar aos resultados, foi escalada uma equipe de dez jurados. Participaram os colunistas da Folha Luciana Coelho e Tony Goes, os críticos Cássio Starling Carlos e Inácio Araujo e os jornalistas deste jornal Clara Balbi, Guilherme Genestreti, Isabella Menon, Leonardo Sanchez, Teté Ribeiro e Úrsula Passos.

    Numa época em que o escurinho do cinema migrou para a sala ou o quarto, o jeito é preparar uma pipoca de micro-ondas e abrir a plataforma escolhida campeã geral, que foi a... Calma, não falaremos aqui para não dar spoiler. Veja nos links abaixo e boa sessão.

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 27/03/2021 às 09:38
    Autor: josecr Offline

    COLUNISTAS | TOM LEÃO

    As mulheres matam. E a gente se diverte
    ...
    ...Credit......
    Por TOM LEÃO, nacovadoleao.blogspot.com.br
    Publicado 26, Mar, 2021,08:03


    A série mais bacana da última semana não foi lançada pela Netflix, Amazon ou AppleTV; e nem esteve nos trending topics ou hypes de internet. Sequer é nova. "Por que as Mulheres Matam" ("Why Women Kill", 2019) foi lançada nos EUA pela plataforma CBS All Access (atualmente, absorvida pelo Paramount+) e aqui chegou discretamente, faz pouco tempo, no Globoplay, sem nenhum alarde ou campanha publicitária para chamar a atenção.

    A série de Marc Cherry (o criador da longeva série de sucesso "Desperate Housewives", que teve oito temporadas e foi ao ar entre 2004 e 2012, inclusive no Brasil) também mostra donas de casa mais ou menos desesperadas, em subúrbio americano de classe média alta. Neste caso, acompanhamos as rotinas de três mulheres em três tempos diferentes ao mesmo tempo: uma dona de casa nos anos 1960 (Giniffer Goodwin, de "Big Love"), uma dondoca nos anos 80 (Lucy Liu, de "As Panteras") e uma advogada liberada (Kirby Howell-Baptiste), nos dias atuais. Todas lidando com as infidelidades de seus maridos, em diferentes graus.

    Mais sobre o assunto:
    19/02/21

    Macaque in the trees
    Why Women Kill se passa na mesma casa em três épocas diferentes (Foto: Foto: divulgação)
    O cenário em comum a todas é a mesma casa, que vai passando por diferentes estilos de decoração ao longo das décadas. A diferença é como cada mulher lida com a infidelidade, de acordo com seu tempo. Nos anos 60, Beth Ann (Goodwin), a dona de casa padrão, descobre que seu marido tem um caso com uma garçonete. E quando vai confrontá-la acaba ficando amiga da rival (a fofa Sadie Calvano), que é muito gente boa. Nos 80, a socialite Simone (Liu) descobre que o marido (Jack Davenport) é homossexual, em pleno auge da aids. E nos tempos modernos, a advogada Taylor (Kirby) tem uma relação poliamorosa, com seu marido Eli (Reid Scott, de "VEEP") e uma bela moça, Jade (Alexandra Daddario).

    É interessante como as três tramas se passam ao mesmo tempo, na mesma casa (o roteiro de Cherry é primoroso e muito bem amarrado), sem nos confundir. Apenas com mudanças de hábitos e de costumes. As mulheres podem até ter evoluído, nestes 50 anos. Mas ainda tratam a infidelidade da mesma forma. A boa mistura de drama, comédia e humor negro - além das atuações no tom - faz tudo funcionar muito bem. E nos prende por 10 capítulos, sem cansar. Teremos mais?




    STREAMINGS

    The Daily Poster
    Festival de Brasília 2020 anuncia vencedores
    The Daily Poster

    * A estreia do filme "Liga da Justiça de Zack Snyder" chegou ao NOW na última quinta-feira (18) e já se tornou um dos maiores sucessos de vendas no streaming da Claro. O filme de 4 horas teve uma performance de 140% a mais do que o último filme de sucesso da plataforma, "Mulher Maravilha 1984".

    * UOL Play é um novo serviço que oferece canais diversos por pacotes ou a la carte, ao vivo ou on-demand, que podem ser acessados pelo app, via PC ou celular, em três planos diferentes, que vão de R$ 15,90 a R$ 69,90/mês. A oferta, por enquanto, é pouca. Mas vai aumentar. É a TV a cabo com outra cara.

    * Os modelos de TVs mais recentes da LG, que rodam a plataforma WebOS, começaram a receber, na última atualização, os LG Channels, presentes até então apenas nos modelos mais caros e de ponta. São 46 canais diversos (como uma Pluto TV), oferecendo filmes, noticias, comédias etc, em inglês, português e espanhol, fornecidos pela plataforma Xumo.

    * A 20 edição do Festival Ziriguidum em Casa acontece no sábado, dia 27/03, às 20h, e vai festejar os 70 anos de carreira da cantora Dóris Monteiro. No canal de Ziriguidum no Youtube.





  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 28/03/2021 às 19:18
    Autor: Coldplay Offline

    Amigos alguém percebeu que os canais Premiere e a combate sumiram do Now online da net claro? Alguém sabe pq?

  • Avatar

    Novidades no streaming

    Operadora
    Postado em: 02/04/2021 às 10:45
    Autor: josecr Offline

    ...Credit......
    Por TOM LEÃO, nacovadoleao.blogspot.com.br
    Publicado 02, Apr, 2021,10:04


    Recentemente, o diretor dinamarquês Thomas Vinterberg (que faz parte do grupo que criou o Dogma, nos anos 90) disse que não faz filmes para passar mensagens. Ainda bem. Porque esta é uma das pragas do cinema moderno.

    Em seu novo filme, o magnifico Druk: mais uma rodada (Another round), que está disponível em plataformas digitais (NOW, iTunes/Apple TV, Google Play e YouTube Filmes) e nos cinemas, ele mostra um grupo de quatro professores de meia idade que enfrentam diversos tipos de problemas: financeiros, conjugais, existenciais. Todos precisam de algo para animar suas vidas, quebrar suas rotinas. Um deles, Martin (Mads Mikkelsen, de A caça, numa de suas melhores atuações), baseado numa pesquisa que leu, sugere que eles passem a tomar certas quantidades de álcool durante o dia, para ver se isso animaria suas vidas. Então, como numa irmandade secreta, eles criam regras para dar cabo do plano, ditando em quais horários beber e a quantidade de álcool limite no sangue.

    Mais sobre o assunto:
    01/04/21
    Senado aprova projeto em benefício de vítimas de violência doméstica
    17/03/21
    Follow me, baby será exibida pelo YouTube
    30/03/21
    Desapropriação e luta por moradia são tema do espetáculo infantil Abrigo, do Coletivo Veredas

    Macaque in the trees
    Druk segue sem fazer julgamentos ou dar lição de moral (Foto: Henrik Ohsten/divulgação)
    E de fato a rotina deles muda mesmo. O álcool traz uma certa alegria, anima os espíritos e ajuda nas performances em classe. Contudo, assim como acontece com as drogas, o álcool produz diferentes efeitos em cada um deles. E absolutamente, não ajuda a resolver os problemas pessoais. Pode até acentua-los.

    O filme segue assim, sem fazer julgamentos ou dar lição de moral. Afinal, todos os envolvidos são adultos. E o álcool faz parte da cultura dos dinamarqueses (há até uma espécie de corrida dos bêbados para os novos formandos, uma tradição local). Se você tem um problema conjugal, profissional ou pessoal, ele é só seu. E nada vai ajudar a resolvê-los. A não ser você.



    Baseado numa peça escrita pelo próprio Vinterberg (que o dedica a sua filha, morta recentemente), Druk é, melancolicamente, lindo. O filme - que está indicado a dois Oscars (direção e filme estrangeiro, aposto que ele ganha nesta categoria) - resolve a questão com ótica adulta, sem pedir desculpas por nada. Afinal, como diz Martin numa aula, Hitler era vegano, não bebia, era artista plástico e deu no que deu. O mal está no coração dos homens...

    The Daily Poster
    Festival Teatro Nosso mostra trabalho de atores com deficiência
    The Daily Poster
    Circo movido a energia solar transmite espetáculos pela internet
    The Daily Poster
    TOM LEÃO: As mulheres matam. E a gente se diverte

    .S.T.R.E.A.M.I.N.G.S.
    * Entre os dias 2 e 5 de abril, o Cine Sucesso, canal 52 da Pluto TV, exibe o especial Páscoa nas Estrelas. Trekkies e Trekkers poderão curtir quase 72 horas de Jornada das Estrelas, sem interrupções (sete filmes, no total). Usuários brasileiros podem acessar Pluto TV através do site pluto.tv , baixando o aplicativo para Android e iOS e em dispositivos como Amazon Fire TV, Android TV, Apple TV, Chromecast e ROKU. O acesso é grátis.
    * "The last cruise", um relato em primeira pessoa do pesadelo vivido a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, após o início da pandemia da Covid-19, está em cartaz no HBO e HBO GO. Com imagens registradas pelos passageiros e pela tripulação, The last cruise" conta histórias vividas a bordo do cruzeiro no começo da pandemia.
    * Para os amantes do cinema nacional, a VIX Filmes e TV, plataforma de streaming gratuita, lançou o canal "O2 Play Filmes Brasileiros". A novidade, fruto da parceria com a distribuidora O2 Play, vai destacar filmes e séries produzidos por brasileiros - do catálogo da O2 Play - que poderão ser vistos de graça. O longa "Domésticas", dirigido por Fernando Meirelles e vencedor de diversos prêmios, é o destaque na semana de estreia.

    Macaque in the trees
    O longa Domésticas, dirigido por Fernando Meirelles, está no catálogo da O2 Play e pode ser visto de graça (Foto: Divulgação)

    * Disney Media & Entertainment Distribution anunciou novas datas de lançamento para diversos títulos do Walt Disney Studios. Entre eles, o próximo live-action da Disney, "Cruella" (28 de maio) e de "Viúva Negra", da Marvel Studios (9 de julho). Ambos estarão nos cinemas e no Disney+, sendo que, no streaming, pagos à parte, na época de seus lançamentos.
    * Starzplay, o serviço internacional de streaming premium da Starz, anunciou um acordo de licenciamento com a NBC Universal para a minissérie Dr. Death, que segue os eventos reais chocantes em torno de um cirurgião do Texas que ganhou o apelido por sua negligência grosseira contra mais de 30 pacientes entre 2012 e 2013. Joshua Jackson, Alec Baldwin e Christian Slater estão no elenco. A série já está em produção.
    ...
    Druk segue sem fazer julgamentos ou dar lição de moral
    O longa Domésticas, dirigido por Fernando Meirelles, está no catálogo da O2 Play e pode ser visto de graça


As publicações desta página são unicamente de responsabilidade de seus autores, de acordo com os Termos de Uso da TV Magazine.

Busca no Fórum

Agenda de Canais

  • Atualize-nos: informe a TV Magazine sobre sinais abertos, alterações de canais e line-ups na sua cidade, seja TV aberta ou paga.

Fale Conosco

Dúvidas, ideias, sugestões, elogios ou críticas?
Queremos ouvir você!

© 2021 - TV Magazine, todos os direitos reservados. Programação da TV fornecida por Revista Eletrônica.
Proibida a cópia parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização expressa.