Estamos no seu:
Lembrar Apelido TVid

CNN Brasil VC577

  • Tópico criado por: lincolnbrito
  • Primeira
  • 54
  • Página de 56
  • 56
  • Última
  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 20/07/2020 às 20:08
    Autor: Sheld8700 Offline

    CNN Brasil anuncia a contratação de Alexandre Garcia e Sidney Rezende
    A CNN Brasil anunciou as contratações de dois jornalistas da televisão brasileira: Alexandre Garcia e Sidney Rezende. Eles chegam ao time do canal para integrar um novo quadro, o "CNN - Liberdade de Expressão", que irá ao ar diariamente, ao vivo, a partir das 7h, no jornal "Novo Dia", que tem apresentação de Rafael Colombo e Elisa Veeck.



    O quadro também será exibido em horário alternativo, todos os dias, a partir das 13h, no jornal "Visão CNN", com os âncoras Evandro Cini e Luciana Barreto, além de permanecer disponível em todas as plataformas digitais da CNN Brasil.

    As participações serão individuais, cada um em seu horário específico. Esta será uma diferença marcante da atração em relação a outro quadro de sucesso da CNN, "O Grande Debate", que continua no ar em duas edições diárias. Os novos comentaristas responderão às perguntas do time de âncoras da CNN e poderão apresentar suas análises e opiniões sobre temas atuais dos noticiários.

    Garcia e Rezende são jornalistas com longa trajetória de TV, respeitados em todo o país. Eles têm visão política antagônica e, na CNN, terão a liberdade de comentar os principais temas que mexem com o Brasil.

    A estreia do quadro "CNN - Liberdade de Expressão" será na segunda-feira, dia 27 de julho.

    Link com a Informação:A CNN Brasil anunciou as contratações de dois jornalistas da televisão brasileira: Alexandre Garcia e Sidney Rezende. Eles chegam ao time do canal para integrar um novo quadro, o "CNN - Liberdade de Expressão", que irá ao ar diariamente, ao vivo, a partir das 7h, no jornal "Novo Dia", que tem apresentação de Rafael Colombo e Elisa Veeck.



    O quadro também será exibido em horário alternativo, todos os dias, a partir das 13h, no jornal "Visão CNN", com os âncoras Evandro Cini e Luciana Barreto, além de permanecer disponível em todas as plataformas digitais da CNN Brasil.

    As participações serão individuais, cada um em seu horário específico. Esta será uma diferença marcante da atração em relação a outro quadro de sucesso da CNN, "O Grande Debate", que continua no ar em duas edições diárias. Os novos comentaristas responderão às perguntas do time de âncoras da CNN e poderão apresentar suas análises e opiniões sobre temas atuais dos noticiários.

    Garcia e Rezende são jornalistas com longa trajetória de TV, respeitados em todo o país. Eles têm visão política antagônica e, na CNN, terão a liberdade de comentar os principais temas que mexem com o Brasil.

    A estreia do quadro "CNN - Liberdade de Expressão" será na segunda-feira, dia 27 de julho.

    Link com a Informação:http://[link não permitido]/2020/07/cnn-brasil-anuncia-a-contratacao-de-alexandre-garcia-e-sidney-rezende/

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 20/07/2020 às 20:20
    Autor: r2reis Offline

    CNN contrata Alexandre Garcia e Sidney Rezende
    Eles irão participar do CNN - Liberdade de Expressão
    Por iG

    Publicado às 10h45 de 20/07/2020 - Atualizado às 10h48 de 20/07/2020

    São Paulo - A CNN está de quadro novo e contratou dois jornalistas que eram da Globo para trabalharem como comentaristas. Alexandre Garcia, que tem um posicionamento abertamente conservador e apoia o presidente Jair Bolsonaro, e Sidney Rezende, colunista de O DIA, irão participar do "CNN - Liberdade de Expressão".

    Ao contrário de Garcia, Rezende é crítico ao governo atual, mas os dois não irão debater entre si. Segundo o colunista Maurício Stycer, a CNN quer abrir espaço para os jornalistas emitirem opiniões e os novos contratos participarão individualmente, cada um em um momento, para responder perguntas dos âncoras e fazerem análises do noticiário.

    A participação de Rezende e Garcia será transmitida ao vivo durante o "Novo Dia", que começa às 7h da manhã e é comandado por Rafael Colombo e Elisa Veeck. O quadro será exibido uma segunda vez a partir das 13h, no "Visão CNN", com apresentação de Evandro Sini e Luciana Barreto.

    Os dois veteranos contratos pela emissora tem passagens pelo Grupo Globo. Sidney Rezende foi demitido em 2015 da GloboNews após postar um texto em seu blog criticando o jornalismo feito no Brasil. Já Alexandre Garcia preferiu se desligar do canal de TV carioca em 2018, após 30 anos na casa. Rezende comanda o próprio site de notícias e tem uma coluna no Jornal O Dia. Garcia havia sido contratado pelo Canal Rural há poucos meses.

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 28/07/2020 às 20:17
    Autor: r2reis Offline

    Alexandre Garcia diz que Bolsonaro é comprovação científica da eficácia da cloroquina
    Jornalista estreou na CNN Brasil nesta segunda-feira
    Por O Dia

    Publicado às 09h07 de 28/07/2020 - Atualizado às 09h36 de 28/07/2020

    Rio - Alexandre Garcia fez sua estreia na CNN Brasil nesta segunda-feira. No quadro "Liberdade de Expressão" do "CNN Novo Dia", ele afirmou que Bolsonaro é a "comprovação científica" da cloroquina contra o coronavírus. A declaração do jornalista vem mesmo com as opiniões médicas sempre afirmando que não existe eficácia comprovada do uso da cloroquina no combate a covid-19.

    Estudo mostra que cloroquina não funciona para caso leve e moderado de covid-19

    O assunto surgiu quando o âncora do "CNN Novo Dia", Rafael Colombo, relatou que Bolsonaro postou uma foto com o medicamento. "Em todo noticiário que eu ouvi, o meu colega repórter diz assim: Mostrou a caixa de hidroxicloroquina, que não tem comprovação científica. E o cara está na frente do presidente, que é a comprovação científica que o uso da hidroxicloroquina dá certo", disse Alexandre Garcia.

    Anvisa proíbe venda sem receita de cloroquina e ivermectina

    "Eu não entendo, o sujeito parece que vai para a Lua ou Marte para usar aquele chavão, carimbo, rótulo que estão mandando. Alguém está mandando todo repórter dizer que não tem comprovação científica, e todos os nossos amigos que foram tratados precocemente, todos estão curados, passaram pela Covid-19 em dois, três dias. Mas não tem comprovação científica. Acho que é um pouco de teimosia que nos faz perder a credibilidade", continuou o comentarista, criticando a forma como a imprensa aborda o medicamento.

    Pouco tempo depois, o âncora Rafael Colombo relembrou que o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazzuello, assinou um protocolo em que recomenda o uso do medicamento, o que não foi feito pelos ex-ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich. Garcia apenas riu e soltou um "ok ok".

    "Não acho que a OMS deva mandar nesse país, a menos que a gente continue firme no nosso complexo de vira-lata", disse Alexandre Garcia.


    Rhodrigo Melo
    @RhodrigoM
    O que leva um jornalista como Alexandre Garcia, com mais de 60 anos de carreira, entrar numa barca furada dessa de defender o indefensável? Fico triste com o seu fim de carreira melancólico.
    7:07 PM · 27 de jul de 2020

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 29/07/2020 às 12:54
    Autor: cenc56 Offline

    Acabou a isenção, Chegou o Porta voz da Ditadura! adeus CNN !, Lamentável, isso não é pluralidade, é vender terreno pro céu!!!

  • RICK_PEL

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 29/07/2020 às 13:42
    Autor: RICK_PEL Offline

    Engraçado, querem isenção, desde que só um dos lados seja escutado... Que a CNN continue neste caminho, dando voz a todos...

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 29/07/2020 às 20:48
    Autor: r2reis Offline

    Caio Coppolla se afasta temporariamente da CNN e desavença de Prioli volta à emissora
    Tomé Abduch retorna a emissora para O Grande Debate após ser demitido; anúncio foi feito por Monalisa Perrone
    Por iG

    Publicado às 15h30 de 29/07/2020 - Atualizado às 15h30 de 29/07/2020

    São Paulo - Comentarista de política na CNN Brasil, Caio Coppolla ficará afastado da atração "O Grande Debate" por alguns dias por conta de uma crise alérgica. Para ocupar seu lugar, a emissora decidiu chamar Tomé Abduch, que há quatro meses foi demitido do canal. O empresário tem uma desavença com Gabriela Prioli, um dos grandes nomes da emissora que atualmente apresenta o "CNN Tonight".

    "Os nossos debatedores são Bruno Salles, advogado e mestre em Direito Penal. E Tomé Abduch, de volta, empresário. Bem-vindo", recepcionou a jornalista Monalisa Perrone na última terça-feira (28). Ao Notícias da TV, a CNN Brasil disse que Caio Coppolla teve uma alergia no rosto e de deve retornar ao trabalho na sexta-feira (31).

    Na época em que estava no quadro "O Grande Debate", Gabriela Prioli debatia com Tomé Abduch quando foi interrompida pelo mediador Reinaldo Gottino e o clima pesou. Ela chegou a declarar nas redes sociais que se sentiu constrangida e o jornalista se retratou. Logo após essa confusão, a advogada foi afastada da atração e o empresário deixou o canal.

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 03/08/2020 às 20:40
    Autor: r2reis Offline

    Na GloboNews, Felipe Neto faz duras críticas contra a própria emissora e a rival CNN Brasil
    Youtuber criticou o fato de os canais convidarem negacionistas da pandemia
    Por O Dia

    Publicado às 08h14 de 03/08/2020 - Atualizado às 08h16 de 03/08/2020

    Rio - Felipe Neto foi entrevistado pelo canal GloboNews neste domingo. O youtuber, inclusive, criticou o próprio canal do grupo Globo por ajudar a "validar" a posição de "negacionistas da pandemia e negacionistas da necessidade de isolamento social".

    Felipe estava se referindo ao deputado Osmar Terra (MDB-RS). "Uma pessoa que já veio aqui na GloboNews, inclusive, que eu critiquei abertamente por ter sido convidada e que aparece também em outros canais o tempo inteiro", relembrou.

    "Toda semana ele fala que a próxima semana é o fim constatado da pandemia. Ele está falando isso desde março. Falou que iam morrer mil pessoas e continua até hoje arrotando que está certo em relação à pandemia", completou.

    Felipe Neto aceita convite de Rodrigo Maia para discutir PL das fake news

    Cristina Lôbo perguntou a Felipe se ele sentaria para discutir o projeto das fake news com blogueiros que defendem o governo Bolsonaro. O projeto está sendo debatido no Congresso. "Eu não me sentaria da mesma forma que eu não aceito aparecer na CNN Brasil pela mesma razão", disse o influenciador digital.


    "A gente está vivendo hoje no Brasil um momento de validação do negacionismo, a validação do obscurantismo, a validação de pessoas e ideias que sempre ficaram no esgoto da opinião pública. E que de repente saíram dos esgotos, como ratos pela cidade, de uma forma tão violenta e grotesca, que saíram contaminando todo mundo", afirmou.
    Para Felipe, os meios de comunicação precisam fazer um contraponto mais eficaz contra pessoas que espalham informações falsas. ""E aqui não estou falando de opiniões divergentes, estou falando de negacionistas científicos, péssimos revisionistas históricos, pessoas que intencionalmente deturpam, manipulam e negam o que a ciência diz para tentar vender uma ideologia".

    "Sentar com essas pessoas, pra mim, é validá-las. E eu não posso fazer isso. Eu não me sentaria com esses indivíduos, principalmente desses blogs, que fazem parte deste esquema de articulação da extrema direita, que ajudam a disseminar o tempo inteiro notícias mentirosas e estão sendo alvo de investigações".

    Felipe ainda fez um apelo aos jornalistas. "É papel do jornalismo negar. Eu levanto essa necessidade, pedindo para os bons jornalistas, que vocês são, quando encontrarem essas pessoas, essas opiniões, que as neguem e que mostrem a verdade de imediato", disse.

    Clique aqui

  • RICK_PEL

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 06/08/2020 às 18:01
    Autor: RICK_PEL Offline

    Bem típico desse cidadão desqualificado (não citarei aqui o que ele é, pois a liberdade de expressão é só para uma das visões políticas) querendo cercear o direito a opinião de quem pensa diferente... O projeto fracassado dessa gentalha é justamente o do pensamento único...

    Mais uma vez um viva a diversidade de opiniões reinantes na CNN (espero que seja sempre assim).

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 07/08/2020 às 21:25
    Autor: r2reis Offline

    Âncora da CNN perde a paciência com Alexandre Garcia após ele defender cloroquina
    E os 100 mil que morreram? Se realmente funcionasse não seríamos o 3° país com o maior número de mortos no mundo, disparou Rafael Colombo
    Por O Dia

    Publicado às 16h39 de 07/08/2020 - Atualizado às 16h44 de 07/08/2020

    Rio - Rafael Colombo, apresentador do programa "Novo Dia", da CNN Brasil, perdeu a paciência com Alexandra Garcia durante a participação do jornalista no quadro "Liberdade de Opinião", na manhã desta sexta-feira (7). Colombo questionou o comentarista após ele voltar a defender o uso de hidroxicloroquina no combate ao coronavírus, mesmo medicamento adotado pelo presidente Jair Bolsonaro.

    "E os 100 mil que morreram? Se realmente funcionasse não seríamos o 3° país com o maior número de mortos no mundo", disparou o âncora.

    "Se a cloroquina funciona, é barata, e serviu como você falou na Amazônia para lúpus, malária e outros tipos de doença, por que o mundo teria deixando tanta gente morrer se tem um remédio barato à disposição? A troco de que tanta morrer se tem um remédio barato à disposição? A troco de que tanta gente morreria se a cloroquina funciona?", questionou Colombo.

    Em tom de ironia, Alexandre Garcia respondeu: "Se não funcionar, ela não existe, pois está funcionando". Ainda irritado, Colombo voltou a rebater: "Ninguém provou que ela está funcionando, né, Alexandre?". "As pessoas que sobreviveram são a prova. É assim que começa a ciência, a experiência", completou o ex-global.

    Clique aqui

  • RICK_PEL

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 08/08/2020 às 09:29
    Autor: RICK_PEL Offline

    Eu não consigo entender esse desespero em desacreditar a hidroxicloroquina. É o Bolsonaro o problema? Usa quem quer, e autoriza o médico que quer. Mania de brasileiro achar que tem que ser tutelado para tudo.

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 08/08/2020 às 10:54
    Autor: josecr Offline

    Não tem essa de usa quem quer, o sujeito doente lá no interior sem informação vai aceitar o que médico receitar e não nós esqueçamos dos milhões gastos na importação do produto que esta encalhado, então o interesse maior é desencalhar o produto e dar mais dinheiro para as forças armadas e não nos esqueçamos que o Trump é socio do laboratorio fabricante

  • RICK_PEL

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 08/08/2020 às 11:56
    Autor: RICK_PEL Offline

    Troca Trump por Obama e Bolsonaro por Lula... Hipocrisia... Reitero o direito de livre escolha das pessoas... E outra a Globo cobre praticamente todo o território nacional... Ela não está apta a informar na tua opinião? Com certeza alegar falta de informação para decidir sobre o uso ou não de hidroxicloroquina ou outros medicamentos não é correto...

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 08/08/2020 às 19:55
    Autor: r2reis Offline

    Brasil tem estoque para 38 anos de hidroxicloroquina fabricada pelo exército (com superfaturamento) mais o "presentinho" do Trump. O detalhe é que a validade não passa de dois anos...

    Agora apareceu até camelô vendendo nos trens do Rio 3 por 10... De qual quartel desviaram?

  • fernandohahn

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 10/08/2020 às 14:15
    Autor: fernandohahn Offline

    Não tenho assistido muito jornalismo na TV, me deixa ansioso e triste.

    Na CNN, considero o debate um tempo perdido: se o Bolsonaro fizer qualquer atrocidade, o Coppola vai dar um jeito de defender e bajular.

    Se o Bolsonaro arranjar a cura do câncer e da pobreza mundial, o oponente do Coppola, que não recordo o nome, vai achar ruim e desmerecer.

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 12/08/2020 às 19:54
    Autor: r2reis Offline

    Jornalista é contratado pela Jovem Pan após ser demitido da CNN por comentário homofóbico
    Leandro Narloch vai apresentar um programa de variedade que deve estrear em setembro
    Por iG

    Publicado às 13h18 de 12/08/2020 - Atualizado às 13h23 de 12/08/2020

    São Paulo - O jornalista Leandro Narloch foi contratado pela Jovem Pan após ser demitido da CNN Brasil por fazer um comentário homofóbico no ar. No novo veículo de comunicação, já está confirmado que ele irá apresentar com o economista Samy Dana um programa de variedade que deve estrear na primeira quinzena de setembro.

    Além dessa atração, o Notícias da TV divulgou que Leandro Narloch fará participações "Jornal da Manhã" e pode trabalhar junto com o jornalista Augusto Nunes. A contratação faz parte das novidades que a Jovem Pan vem preparando para setembro. A rádio tem investido no YouTube e na plataforma de streaming Panflix.

    A demissão de Leandro da CNN Brasil aconteceu em julho depois dele dizer ao vivo no "Live CNN" que "gays têm uma chance muito maior de ter Aids" ao comentar a decisão Supremo Tribunal Federal que libera homossexuais para doarem sangue.

    Após deixar a emissora, o jornalista participou do programa "Pânico", da Jovem Pan, e disse que deveria ter tido a chance de explicar seu comentário. "Os diretores são bombeiros que ficam apagando incêndio o dia todo, essa minha crise foi só uma no meio de tantas outras. O problema foi a pressão do movimento gay, da comunidade [LGBTQ+], e na televisão a empresa acaba cedendo a pressões, né?", disse durante a atração.

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 13/08/2020 às 14:56
    Autor: josecr Offline

    https://odia.ig.com.br/diversao/televisao/2020/08/5969669-jornalista-da-cnn-brasil-tem-crise-de-riso-no-arassista.html#foto=1

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 17/08/2020 às 20:21
    Autor: r2reis Offline

    CNN exibirá programa de Anthony Bourdain
    Sucesso mundial, programa de gastronomia e viagens é mais um investimento do canal em conteúdo de jornalismo com entretenimento
    Por O Dia

    Publicado às 13h16 de 17/08/2020 - Atualizado às 13h16 de 17/08/2020

    Rio - Um dos programas de gastronomia e viagem de maior prestígio já produzidos na televisão mundial passará a ser exibido pela CNN no Brasil. "Anthony Bourdain" é uma produção original da CNN americana e entrará na grade de programação do canal brasileiro nas próximas semanas.

    A versão da CNN Brasil contará com a apresentação do chef e apresentador André Mifano, que acaba de assinar contrato com a CNN Brasil.

    A produção original de Anthony Bourdain teve 12 temporadas produzidas pela CNN americana e ganhou 7 "Emmy Awards". O programa ficou no ar na CNN dos Estados Unidos até a morte de Bourdain, em junho de 2018, na França.

    Bourdain construiu uma sólida carreira no mundo da gastronomia antes de fazer sucesso na TV. Ele trabalhou em diversos restaurantes nos Estados Unidos e ocupou, por mais de uma década, o posto de chef executivo do Les Halles, um dos bistrôs mais celebrados de Nova York.

    No início dos anos 2000, iniciou seu trabalho como apresentador. Seu enfoque na TV sempre foi o de visitar países variados, descobrindo seus sabores e tecendo um retrato sagaz sobre a cultura e a sociedade de cada um deles.

    Âncoras da CNN americana costumam dizer que, apesar de sua origem profissional ser na gastronomia, Bourdain foi um dos grandes jornalistas que passaram pelo canal por seu modo de observar o comportamento humano e por sua habilidade única em contar histórias.

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 20/08/2020 às 19:26
    Autor: r2reis Offline

    Pezão participa de série da CNN sobre corrupção no Rio
    Ex-governador do Rio concedeu sua primeira entrevista para uma equipe de TV, desde sua soltura do Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói, em dezembro de 2019. Além dele, Rosinha e Garotinho também dão seus depoimentos
    Por O Dia

    Publicado às 14h42 de 20/08/2020 - Atualizado às 14h51 de 20/08/2020

    Rio - O programa "CNN Séries Originais", comandado por Evaristo Costa, inicia a exibição da nova série: "Rio: sete pecados do poder", no próximo domingo (23), às 19h. A narrativa será por meio dos sete pecados capitais para tentar entender por qual motivo o segundo Estado mais rico do Brasil ocupa sempre as manchetes sobre corrupção no País.

    O primeiro episódio, "Soberba e Avareza", aborda os casos recentes de corrupção onde cinco dos últimos oito governadores eleitos foram presos. O atual, Wilson Witzel (PSC), está com pedido de impeachment na Assembleia Legislativa.

    Na estreia, será exibido as entrevistas exclusivas com três governadores que foram presos e hoje estão soltos: Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho e Luiz Fernando Pezão, que concedeu sua primeira entrevista para uma equipe de TV, desde sua soltura do Batalhão Especial Prisional (BEP), em Niterói, em dezembro de 2019. Ele foi acusado de integrar esquema de corrupção chefiado pelo também ex-governador Sérgio Cabral, de quem foi vice.

    Com exclusividade, Pezão destacou um dos motivos de sua indignação com Sérgio Cabral: "Um dia na cadeia já é muito, eu fiquei um ano e doze dias. É muita coisa. Eu nunca fui chamado [para depor]. Me chamaram para depor, para colocar as minhas razões. Eu só fiquei ouvindo delatores falando de mim, quatro delatores de um mesmo grupo. Por que que o Sergio [Cabral] não falou antes dos 14 depoimentos. Antes dele ser condenado, ele não falou de mim? Foi falar depois de 280 anos de condenação", desabafou.

    A equipe da CNN teve acesso a 12 horas de depoimentos que Sérgio Cabral deu à Justiça ao longo dos anos que esteve preso. Em um dos trechos o ex-governador, detido desde 2016, confirmou sua participação no recebimento de propinas. "Confirmo. Confirmo o recebimento de valores indevidos, tanto para campanhas eleitorais, tanto para benefício pessoal. Todo ano de catorze (2014) eu recebi um milhão e meio de reais, por mês. Esse meu erro - erro de postura, de apego a poder, a dinheiro, a tudo isso, isso é um vício".

    A equipe de reportagem da CNN foi até Campos de Goytacazes onde hoje vivem os ex-governadores Antonhy e Rosinha Garotinho para a realização das entrevistas exclusivas. Perguntado sobre o motivo de tantos casos de corrupção no Rio de Janeiro, Anthony Garotinho revelou que boa parte das instituições do Estado apodreceram e revelou os detalhes do dia em que foi preso. Rosinha, que hoje vende bolos para sobreviver, falou das dificuldades enfrentadas após a prisão.

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 07/10/2020 às 00:46
    Autor: r2reis Offline

    Silvio Santos tira Marcão do Povo do ar para agradar a CNN Brasil, diz site
    Apresentador foi retirado do "Primeiro Impacto" e o SBT também cancelou o Alarma TV
    Por iG

    Publicado às 14h22 de 06/10/2020 - Atualizado às 19h28 de 06/10/2020

    São Paulo - Silvio Santos está novamente movimentando a área de jornalismo do SBT e uma das suas atitudes foi afastar o apresentador Marcão do Povo do comando do "Primeiro Impacto". Isso aconteceu porque o dono do SBT fala com a CNN Brasil sobre uma parceria e, para isso, o jornalismo da emissora aberta precisa ser levado mais a sério.

    A CNN Brasil busca fazer uma fusão com uma alguma emissora mais conhecida para popularizar sua marca no país - já que a GloboNews continua superando a concorrente em audiência. Segundo o Notícias da TV, o SBT já era um alvo e as conversas entre a emissora e Silvio Santos seguem avançadas.

    Como o dono do SBT já tinha planejando mexer na área de jornalismo, a ideia de uma parceria com a CNN Brasil o animou, mas a emissora deixou claro que quer ter total controle da área e que não vai aceitar jornais e apresentadores que tendem ao sensacionalismo. Por conta disso, o polêmico Marcão do Povo perde seu espaço e já não aparece no "Primeiro Impacto" desde a última quinta (1).

    Vale lembrar que na época em que Marcão foi demitido da Record TV por chamar a cantora Ludmilla de "pobre macaca", Douglas Tavolaro, que atualmente é CEO da CNN Brasil, era quem estava por atrás do "Balanço Geral DF".

    Quem também deve perder espaço é Dudu Camargo e a ideia de voltar com o "Alarma TV" deve ser deixada de lado.

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 15/10/2020 às 19:35
    Autor: r2reis Offline

    Gafe! CNN Brasil confunde Chico Rodrigues com Chico Pinheiro
    Nome do âncora da Globo ficou na tela por alguns minutos até que notassem a falha
    Por O Dia

    Publicado às 19h08 de 15/10/2020 - Atualizado às 19h15 de 15/10/2020


    Rio - A CNN Brasil cometeu uma gafe daquelas na tarde desta quinta-feira (15). O canal de notícias confundiu o âncora Chico Pinheiro, da Rede Globo, com o senador Chico Rodrigues (DEM), flagrado pela Polícia Federal com dinheiro na cueca.

    O erro ocorreu durante o noticiário Visão CNN, comandado por Evandro Cini e Tainá Falcão. Embora os jornalistas tenham citado o nome do senador na chamada da matéria do repórter Cassius Zeilman, o nome que aparecia na tela era o do âncora global.

    imagem


    Nome do âncora da Globo apareceu no GC no lugar do nome do senadorReprodução de vídeo


    A equipe demorou alguns minutos para perceber a falha e corrigir o erro.

    Na quarta-feira (14), Chico Rodrigues, vice-líder do governo no Senado, foi alvo de uma operação para combater um suposto esquema de desvio de recursos públicos. Ele foi afastado do cargo por 90 dias.

    Clique aqui

  • Primeira
  • 54
  • Página de 56
  • 56
  • Última
As publicações desta página são unicamente de responsabilidade de seus autores, de acordo com os Termos de Uso da TV Magazine.

Busca no Fórum

Agenda de Canais

  • Atualize-nos: informe a TV Magazine sobre sinais abertos, alterações de canais e line-ups na sua cidade, seja TV aberta ou paga.

Fale Conosco

Dúvidas, ideias, sugestões, elogios ou críticas?
Queremos ouvir você!

© 2020 - TV Magazine, todos os direitos reservados. Programação da TV fornecida por Revista Eletrônica.
Proibida a cópia parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização expressa.