Estamos no seu:
Lembrar Apelido TVid

CNN Brasil VC577

  • Tópico criado por: lincolnbrito
  • Primeira
  • 3
  • Página de 56
  • 5
  • Última
  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 11:03
    Autor: Vassilli Offline

    Se a CNN ocupar o canal da CNN em Espanhol certamente o canal vai ser em SD, o povo tem que parar com essas ideias de que não tem espaço em satélite, tem um monte de canal saindo das operadoras esse ano, o projeto da CNN não vai ser ocupar canal que já possui e sim abrir uma CNN no Brasil, começar tudo novo, em HD para competir com a Globo News!

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 11:08
    Autor: JoaoMB Offline

    Em 16/01/2019, aapc01 escreveu:

    Em 15/01/2019, WPBraga escreveu:

    Em 15/01/2019, MauricioKoslipp escreveu:

    Só espero que não vendam horário pra igreja/polishop


    Pensei a mesma coisa!

    Já pensou? De 10h às 23h59, programação normal da CNN Brasil; de 0h até 9h59, leilões do Canal do Boi / Medalhão Persa / Igreja Plenitude-Universal-Assembleia-Mundial-da Graça ou etc. kkkkkkkkkkkkkk


    seria interessante ver quem vão contratar... jornalistas, ancoras, repórteres...

    estão prevendo iniciar o canal no final do ano... mas isso vai depender muito da estrutura que irão montar...

    provavelmente usarão os estúdios do finado ei...ops....

    eheh


    Que tal uma sujestão de ancora para o principal jornal da CNN Brasil? André Henning, esse é o cara, kkkkkk

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 11:11
    Autor: Phoenix60 Offline

    Em 15/01/2019, r2reis escreveu:
    Primeiro tem que saber se o canal terá versões SD e HD. CNN e CNNe só têm sinal SD na grande maioria das operadoras.



    Bem lembrado! Voce chamou a atencao para um detalhe que eu nao tinha me tocado: se o sinal de um canal está em SD na operadora, voce nao pode trocar por outro canal com sinal HD.

    .

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 11:30
    Autor: KleberAFdeS Offline

    Mais especulações.

    "Operadoras se surpreendem com CNN Brasil, mas não fecham portas
    Samuel Possebon

    POR SAMUEL POSSEBON


    As operadoras de TV por assinatura receberam com surpresa o lançamento do canal CNN Brasil. Nenhum tipo de consulta prévia foi feita a elas, pelo menos entre as mais relevantes. Há anos existe esta expectativa de um canal de notícias brasileiro com a marca CNN, até porque nos contratos celebrados pela Turner para seus canais sempre houve uma previsão de que, havendo uma versão brasileira do canal, sem custo e sem compromisso, haveria por parte das operadoras a boa fé de abrir uma negociação. A Turner pertence à Warner Media, mesmo grupo da CNN International, que licenciou a marca CNN para o grupo de brasileiros que querem viabilizar a nova empreitada.

    As operadoras não descartam a ideia de um canal CNN brasileiro em seus line-ups, mas existem algumas condições iniciais: que o canal seja ofertado sem custo, que ele tenha qualidade e que ele tenha o respaldo editorial da CNN. Ninguém quer embarcar em uma aventura de colocar um canal no ar sem saber como será assegurada a responsabilidade jornalística do conteúdo. Ainda que inicialmente as primeiras informações sejam de que o CNN Brasil será independente da distribuição e comercialização da Turner, nos bastidores existe a expectativa de que a programadora acabe ficando responsável pelas vendas dos canais para as operadoras. De acordo com a CNN Brasil, as vendas publicitárias não terão a participação da Turner. Operadores lembram do Woohoo, também independente, mas que já foi comercializado e distribuído pela Turner, que assegurou junto às operadoras algumas garantias de qualidade ao canal.

    De qualquer maneira, ainda existe uma grande apreensão sobre a viabilidade do novo canal de notícias, ainda mais se ele contar com as estruturas mencionadas (fala-se em até 800 funcionários, metade de jornalistas, incluindo sucursais e correspondentes), e sem o compartilhamento de estrutura com alguma emissora aberta, como fazem Band e Globo. Dificilmente o CNN Brasil conseguirá ser distribuído com custo para as operadoras, já que a janela de segundo canal jornalístico obrigatório por lei às operadoras é ocupada pelo Band News, que tem décadas de parceria com as operadoras e está empacotado junto a outros canais da Band. A primeira vaga de canal jornalístico é do quase intocável Globo News, empacotado nos canais Globosat.

    Também é improvável que haja demanda pelo modelo à la carte para um canal de notícias. Sobra o modelo de remuneração de publicidade, e canais de notícias não têm forte apelo junto ao mercado anunciante. Por isso, despontam preocupações de que o canal possa vir a ter uma espécie de "apoio" governamental (por isso a preocupação com a qualidade editorial) ou que venha a atender a outros interesses econômicos dos acionistas. Espera-se agora rodadas de conversas entre os empreendedores que querem lançar o CNN Brasil e as operadoras.

    Especula-se também a possibilidade de que o canal venha a tentar uma distribuição aberta, por meio de emissoras de radiodifusão, modelo já tentado, também sem sucesso, pelo antigo Record News. Outro caminho é a distribuição OTT, que traz pouca receita".

    http://telaviva.com.br/15/01/2019/operadoras-se-surpreende-com-cnn-brasil-mas-nao-fecham-portas/

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 11:43
    Autor: KleberAFdeS Offline

    O fato é que até o canal começar a operar vai rolar muitas especulações do tipo:

    - O canal será independente?

    - O canal é uma jogada dos empresários junto com o Bolsonaro (leia-se governo federal) para tentar derrubar a Globonews igual o Lula fez ao incentivar com patrocínio estatal a criação da Record News? O Lula até cortou a faixa de inauguração.

    - Se for uma jogada para derrubar a Globonews, porque não fizeram o investimento na Record News que já está montada? Ou a tática é essa: a CNN Brasil substituiria a Record News?

    - Mas, se o canal for de viés de direita conservadora, porque escolheram o nome CNN ao invés de Fox News?

    O tempo nos responderá.

  • aapc01

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 12:02
    Autor: aapc01 Offline

    no texto acima cita que a turner pode distribuir em seus pacotes tipo foi com woohoo... sem custos para operadoras, claro

    mas aí não daria a entender que a turner estaria ligada demais?

    mas já há algumas certezas:

    - dezenas de centenas irão reclamar que a globo está impedindo do canal entrar nas operadoras

    - milhares vão falar que o canal é petista e outros tantos que é bolsonaristas

    - que as operadoras não querem colocar o canal por serem imperialistas ou chavista

    e por aí vai...

    mais uma aventura da turner?

  • aapc01

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 12:03
    Autor: aapc01 Offline

    Em 16/01/2019, JoaoMB escreveu:

    Em 16/01/2019, aapc01 escreveu:

    Em 15/01/2019, WPBraga escreveu:

    Em 15/01/2019, MauricioKoslipp escreveu:

    Só espero que não vendam horário pra igreja/polishop


    Pensei a mesma coisa!

    Já pensou? De 10h às 23h59, programação normal da CNN Brasil; de 0h até 9h59, leilões do Canal do Boi / Medalhão Persa / Igreja Plenitude-Universal-Assembleia-Mundial-da Graça ou etc. kkkkkkkkkkkkkk


    seria interessante ver quem vão contratar... jornalistas, ancoras, repórteres...

    estão prevendo iniciar o canal no final do ano... mas isso vai depender muito da estrutura que irão montar...

    provavelmente usarão os estúdios do finado ei...ops....

    eheh


    Que tal uma sujestão de ancora para o principal jornal da CNN Brasil? André Henning, esse é o cara, kkkkkk


    e o lema do canal

    "aqui a notícia e a emoção são de verdade", eheh

    credo, imagina o cara dando notícia.... "ATENÇAAAAAAOOOOOOOOOO"

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 12:18
    Autor: joelmeloneto Offline

    Em 15/01/2019, Phoenix60 escreveu:

    Em 14/01/2019, r2reis escreveu:
    Não duvidem que em algumas operadoras o canal será a la carte ou no pacote mais caro (se entrar)...



    Ja que é a Turner que vai distribuir, eles poderiam, como estrategia tipica deles, substituir a CNNe ou mesmo a CNNi pela CNN Brasil, que pouca gente iria reclamar...

    Entao, no futuro, eles tentariam incluir a CNNi de volta nas operadoras.

    Turner ja fez isso tantas vezes antes, com outros canais...

    .



    Ótima ideia...

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 12:25
    Autor: joelmeloneto Offline

    Em 16/01/2019, JoaoMB escreveu:

    Em 16/01/2019, aapc01 escreveu:

    Em 15/01/2019, WPBraga escreveu:

    Em 15/01/2019, MauricioKoslipp escreveu:

    Só espero que não vendam horário pra igreja/polishop


    Pensei a mesma coisa!

    Já pensou? De 10h às 23h59, programação normal da CNN Brasil; de 0h até 9h59, leilões do Canal do Boi / Medalhão Persa / Igreja Plenitude-Universal-Assembleia-Mundial-da Graça ou etc. kkkkkkkkkkkkkk


    seria interessante ver quem vão contratar... jornalistas, ancoras, repórteres...

    estão prevendo iniciar o canal no final do ano... mas isso vai depender muito da estrutura que irão montar...

    provavelmente usarão os estúdios do finado ei...ops....

    eheh


    Que tal uma sujestão de ancora para o principal jornal da CNN Brasil? André Henning, esse é o cara, kkkkkk


    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 12:38
    Autor: JoaoMB Offline

    https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/mercado/fox-news-de-bolsonaro-ou-tv-de-edir-macedo-o-que-esperar-da-cnn-brasil24355

    Oportunidade de confrontar o jornalismo praticado pela Globo, de "quebrar" a GloboNews, que há 22 anos monopoliza a informação na TV paga brasileira. Exagero. Se a CNN Brasil vier a ser uma concorrente de fato da GloboNews, já prestará um bom serviço.

    Dono da construtora MRV e do banco Inter, o engenheiro Rubens Menin Teixeira de Souza, 62 anos, não esconde sua simpatia e torcida pelo novo presidente, embora tenha entrado para a lista dos bilionários da Forbes, com uma fortuna de quase US$ 2 bilhões (R$ 7,4 bilhões), turbinado pelos contratos do programa Minha Casa, Minha Vida, um cartão de visitas do PT. O self-made-man Menin e sua MRV passaram pela Operação Lava Jato.

    Por Bolsonaro, Menin compra briga com a imprensa. No último dia 4, ele foi ao Twitter, onde é bastante popular (tem 299 mil seguidores), reclamar de um texto do jornalista Caio Blinder, do programa Manhattan Connection, de sua agora concorrente GloboNews. Blinder usou uma imagem de Hitler e chamou o novo presidente de "Trump Tropical". Menin não gostou. Com alguns erros de português, disse que Blinder se "apequenou" com um "jornalismo marrom":

    Na segunda-feira (14), Menin anunciou sua entrada no mundo do mídia com um post no Twitter. Não é preciso grande esforço para ver seu discurso "alinhado" com o novo texto de Brasília.

    "Sabendo da importância de uma imprensa livre e independente, pautada pela ética e responsabilidade, que trata os fatos de maneira construtiva, pretendemos protagonizar a construção de um país melhor e ampliar a sua visibilidade ao mundo com informações relevantes. Novos tempos virão!", escreveu.


    O empresário Rubens Menin: self-made-man será dono da operação brasileira da CNN

    Biógrafo do bispo
    O dono da maior construtora de casas e apartamentos do país terá como único sócio na empreitada midiática o jornalista Douglas Tavolaro, que também na segunda (14) surpreendeu o mercado ao anunciar seu desligamento da Record, onde era vice-presidente de Jornalismo desde 2009.

    Ninguém esperava que Tavolaro deixasse a emissora, já que tem uma relação muito próxima com Edir Macedo: foi autor de quatro livros sobre o religioso e produtor executivo da cinebiografia do bispo, Nada a Perder.

    Pessoas próximas de Tavolaro, no entanto, relatam que ele já vinha manifestando insatisfação com a emissora. Apenas fiel da Igreja Universal (não um membro de sua hierarquia) e em segundo casamento, o que evangélicos não toleram, Tavolaro não via chances de se tornar CEO da Record.

    Uma das teorias da conspiração em circulação desde o anúncio da CNN Brasil é a de que Tavolaro seria um testa de ferro de Edir Macedo. Pura especulação. É fato, contudo, que Tavolaro está realizando um sonho do chefe.

    Em 2007, antes de lançar a Record News, a Record sondou a Time Warner para uma parceria com a CNN. O grupo norte-americano, informalmente, rejeitou. Não queria ter relações com a Universal. Uma nova tentativa de se associar à grife do jornalismo ocorreu alguns anos atrás, sem sucesso.

    Nos últimos dois anos, Tavolaro se dedicou mais aos livros e filmes de Edir Macedo, com quem goza de enorme prestígio, do que ao jornalismo da Record. É difícil, então, acreditar que o religioso não tenha ao menos acompanhado e incentivado as negociações. Uma fonte próxima a Tavolaro, contudo, sustenta que Macedo só soube do empreendimento de seu biógrafo no fim de 2018.

    Outro ponto crucial nessas conjecturas é a liberdade editorial que a CNN brasileira terá em relação à CNN norte-americana. Poderá a CNN Brasil virar uma Fox News, o que seria uma afronta a Atlanta?

    Profissionais que acompanharam as negociações dizem que, sim, isso é possível (embora não desejável), porque a CNN Brasil terá total liberdade editorial.

    O negócio entre Menin, Tavolaro e a CNN International Commercial é de licenciamento de marca. Ou seja, os investidores brasileiros estão comprando uma franquia e um estilo de cobertura jornalística, assim como o Grupo Abril tinha com a Viacom pela MTV Brasil. Ou seja, quem decide os rumos empresariais da CNN Brasil são seus donos brasileiros.

    Gente do mercado, no entanto, duvida que a CNN Brasil terá liberdade total: algum freio a CNN americana deve ter imposto, pois ela não deixaria sua marca à mercê de práticas que possam comprometer sua credibilidade.

    Além de marca, conceitos e conteúdo internacional, a CNN Brasil receberá da americana a estrutura de distribuição no Brasil. A programadora Turner já tem contratos com as operadoras de TV paga prevendo um canal de notícias brasileiro.

    Mas nada garante essa distribuição muito menos remuneração de alguns centavos por cada assinante alcançado pelo novo canal. A CNN de Douglas Tavolaro e Rubens Menin terá a dura tarefa de arrancar dinheiro das operadoras, cada vez mais empenhadas em reduzir seus custos e se tornarem mais competitivas diante do streaming.

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 13:21
    Autor: Phoenix60 Offline

    Em 16/01/2019, Vassilli escreveu:
    o povo tem que parar com essas ideias de que não tem espaço em satélite, tem um monte de canal saindo das operadoras esse ano, o projeto da CNN não vai ser ocupar canal que já possui e sim abrir uma CNN no Brasil, começar tudo novo, em HD para competir com a Globo News!



    Vassilli, ninguem disse que o problema seja espaço em satelite... O problema é a Turner conseguir emplacar o canal nas operadoras. Nesse momento de perda de receitas e assinantes, as operadoras nao estao caçando mais e mais canais para carregar em seus line-up.

    A Turner vai ter negociar e poderia ser mais facil simplesmente substituir um canal de baixa aceitacao que ela ja possua, como seria o caso do CNNe se ele fosse em HD e estivesse presente em mais operadoras.

    .

  • aapc01

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 17:06
    Autor: aapc01 Offline

    Em 16/01/2019, JoaoMB escreveu:

    https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/mercado/fox-news-de-bolsonaro-ou-tv-de-edir-macedo-o-que-esperar-da-cnn-brasil24355

    Oportunidade de confrontar o jornalismo praticado pela Globo, de "quebrar" a GloboNews, que há 22 anos monopoliza a informação na TV paga brasileira. Exagero. Se a CNN Brasil vier a ser uma concorrente de fato da GloboNews, já prestará um bom serviço.

    Dono da construtora MRV e do banco Inter, o engenheiro Rubens Menin Teixeira de Souza, 62 anos, não esconde sua simpatia e torcida pelo novo presidente, embora tenha entrado para a lista dos bilionários da Forbes, com uma fortuna de quase US$ 2 bilhões (R$ 7,4 bilhões), turbinado pelos contratos do programa Minha Casa, Minha Vida, um cartão de visitas do PT. O self-made-man Menin e sua MRV passaram pela Operação Lava Jato.

    Por Bolsonaro, Menin compra briga com a imprensa. No último dia 4, ele foi ao Twitter, onde é bastante popular (tem 299 mil seguidores), reclamar de um texto do jornalista Caio Blinder, do programa Manhattan Connection, de sua agora concorrente GloboNews. Blinder usou uma imagem de Hitler e chamou o novo presidente de "Trump Tropical". Menin não gostou. Com alguns erros de português, disse que Blinder se "apequenou" com um "jornalismo marrom":

    Na segunda-feira (14), Menin anunciou sua entrada no mundo do mídia com um post no Twitter. Não é preciso grande esforço para ver seu discurso "alinhado" com o novo texto de Brasília.

    "Sabendo da importância de uma imprensa livre e independente, pautada pela ética e responsabilidade, que trata os fatos de maneira construtiva, pretendemos protagonizar a construção de um país melhor e ampliar a sua visibilidade ao mundo com informações relevantes. Novos tempos virão!", escreveu.


    O empresário Rubens Menin: self-made-man será dono da operação brasileira da CNN

    Biógrafo do bispo
    O dono da maior construtora de casas e apartamentos do país terá como único sócio na empreitada midiática o jornalista Douglas Tavolaro, que também na segunda (14) surpreendeu o mercado ao anunciar seu desligamento da Record, onde era vice-presidente de Jornalismo desde 2009.

    Ninguém esperava que Tavolaro deixasse a emissora, já que tem uma relação muito próxima com Edir Macedo: foi autor de quatro livros sobre o religioso e produtor executivo da cinebiografia do bispo, Nada a Perder.

    Pessoas próximas de Tavolaro, no entanto, relatam que ele já vinha manifestando insatisfação com a emissora. Apenas fiel da Igreja Universal (não um membro de sua hierarquia) e em segundo casamento, o que evangélicos não toleram, Tavolaro não via chances de se tornar CEO da Record.

    Uma das teorias da conspiração em circulação desde o anúncio da CNN Brasil é a de que Tavolaro seria um testa de ferro de Edir Macedo. Pura especulação. É fato, contudo, que Tavolaro está realizando um sonho do chefe.

    Em 2007, antes de lançar a Record News, a Record sondou a Time Warner para uma parceria com a CNN. O grupo norte-americano, informalmente, rejeitou. Não queria ter relações com a Universal. Uma nova tentativa de se associar à grife do jornalismo ocorreu alguns anos atrás, sem sucesso.

    Nos últimos dois anos, Tavolaro se dedicou mais aos livros e filmes de Edir Macedo, com quem goza de enorme prestígio, do que ao jornalismo da Record. É difícil, então, acreditar que o religioso não tenha ao menos acompanhado e incentivado as negociações. Uma fonte próxima a Tavolaro, contudo, sustenta que Macedo só soube do empreendimento de seu biógrafo no fim de 2018.

    Outro ponto crucial nessas conjecturas é a liberdade editorial que a CNN brasileira terá em relação à CNN norte-americana. Poderá a CNN Brasil virar uma Fox News, o que seria uma afronta a Atlanta?

    Profissionais que acompanharam as negociações dizem que, sim, isso é possível (embora não desejável), porque a CNN Brasil terá total liberdade editorial.

    O negócio entre Menin, Tavolaro e a CNN International Commercial é de licenciamento de marca. Ou seja, os investidores brasileiros estão comprando uma franquia e um estilo de cobertura jornalística, assim como o Grupo Abril tinha com a Viacom pela MTV Brasil. Ou seja, quem decide os rumos empresariais da CNN Brasil são seus donos brasileiros.

    Gente do mercado, no entanto, duvida que a CNN Brasil terá liberdade total: algum freio a CNN americana deve ter imposto, pois ela não deixaria sua marca à mercê de práticas que possam comprometer sua credibilidade.

    Além de marca, conceitos e conteúdo internacional, a CNN Brasil receberá da americana a estrutura de distribuição no Brasil. A programadora Turner já tem contratos com as operadoras de TV paga prevendo um canal de notícias brasileiro.

    Mas nada garante essa distribuição muito menos remuneração de alguns centavos por cada assinante alcançado pelo novo canal. A CNN de Douglas Tavolaro e Rubens Menin terá a dura tarefa de arrancar dinheiro das operadoras, cada vez mais empenhadas em reduzir seus custos e se tornarem mais competitivas diante do streaming.


    dúvidas:

    - se a turner tem em contrato com as operadoras a entrega de um canal de notícias, por que as operadoras poderão recusar?

    - se a turner já recebe ou passará a receber com essa entrega de canal, por conta de um contrato, por que há dúvidas se as operadoras irão pagar?

    - se a turner entregar o canal, mesmo não sendo dela, não parecerá que é dela e poderá afetar sky e at&t?

    o texto, como sempre, coloca mais dúvida se serão de direita, ou pró presidente, do que ser mais um canal que propiciará mais empregos e impostos, algo que muitos acham que é o ideal... mas só vale se tiver um viés de esquerda?

    um colega aqui já falou, ser independente não é elogiar o atual presidente, é elogiar e criticar igualmente... algo que nunca foi feito para os de outra ideologia... muito poucos vi criticarem o último governo pré temer.

    enfim, muita coisa vai rolar... mas por enquanto é só notícia de que um canal foi criado... daí até ter sua transmissão, passando pela equipe, vai um longo, distante, futuro...

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 17:31
    Autor: Phoenix60 Offline

    Em 16/01/2019, aapc01 escreveu:
    dúvidas:
    - se a turner tem em contrato com as operadoras a entrega de um canal de notícias, por que as operadoras poderão recusar?



    Os contratos, aparentemente, falam apenas em "abrir negociacao", nada alem disso...

    Tem uma outra materia do Samuel Possebon que fala textualmente: "nos contratos celebrados pela Turner para seus canais sempre houve uma previsão de que, havendo uma versão brasileira do canal, sem custo e sem compromisso, haveria por parte das operadoras a boa fé de abrir uma negociação."


    - se a turner já recebe ou passará a receber com essa entrega de canal, por conta de um contrato, por que há dúvidas se as operadoras irão pagar?


    A materia do Possebon registra que dificilmente as operadoras aceitarao esse canal com custo, ele teria que ser oferecido de graça.


    - se a turner entregar o canal, mesmo não sendo dela, não parecerá que é dela e poderá afetar sky e at&t?


    Nao. A Globosat distribui canais internacionais como o Universal. Ninguem acha que a Globo é dona do canal Universal (ex-USA) so por causa disso.


    o texto, como sempre, coloca mais dúvida se serão de direita, ou pró presidente, do que ser mais um canal que propiciará mais empregos e impostos, algo que muitos acham que é o ideal... mas só vale se tiver um viés de esquerda?


    Este topico ja está entulhado de materias repetindo a mesma informacao que serao contratados 400 jornalistas (e mais 400 funcionarios em outras posicoes). Acho que nao precisa ficar repetindo essa e outras informacoes a cada nova materia sobre o assunto, acaba sendo encheção de linguiça.

    A ultima materia do "Noticias na TV", reproduzida acima pelo Joao, tem exatamente o valor de acrescentar informacoes novas, e nao ficar apenas repetindo as mesmissimas informacoes das trocentas materias que ja sairam ontem.


    .

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 19:14
    Autor: Powerslave Offline

    Novo canal do protegido do bispo Macedo e do cara que faturou milhões com minha casa, minha vida, mais defende o Bolsonaro. Vai ser o canal de noticias do governo. Só falta ter o minuto com um pastor mostrando cocaina, fazendo a pessoa sentir o cheiro da cocaina e curando o vicio em 3 minutos.

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 16/01/2019 às 20:29
    Autor: r2reis Offline

    Flavio Ricco:

    Chegada da CNN abre boas perspectivas para o mercado
    .
    Por O Dia

    Publicado às 07h30 de 16/01/2019

    Numa TV paga cheia de problemas e com programações que deixam muito a desejar, a chegada de um novo canal de notícias, por tudo que virá representar, tem que ser recebida da forma mais simpática possível.

    Em boa hora a CNN Brasil irá se juntar à GloboNews e BandNews. Público para isso existe, e tem de sobra.

    Num instante em que a televisão foi tomada de assalto por pessoas estranhas ao meio, com concessionários das mais diferentes bandeiras ocupando programações inteiras e desempregando milhares de profissionais, a chegada de um canal de jornalismo só pode ser louvada e incentivada.

    Evidente que entre o anúncio oficial da última segunda-feira e o início das suas operações, muitas providências ainda terão que ser tomadas, mas só o que já existe como perspectiva de um nivelamento por cima, faz por merecer de todo o mercado a melhor das acolhidas.

    Muito trabalho

    Passa a ser um desafio, e um desafio muito grande, colocar a CNN Brasil no ar ainda este ano. Isto irá exigir a montagem de uma emissora inteira, com todos os setores que são essenciais e indispensáveis, em tempo recorde.

    Meio caminho andado

    Caberá à Turner cuidar e negociar a distribuição da CNN brasileira junto as operadoras. Mas será esta a sua única atribuição. Todas as demais ficarão sob a responsabilidade da empresa constituída por Douglas Tavolaro e pelo empresário Rubens Menin.

    Tem uma história

    Em 2015, existiu início de uma negociação da CNN com a Rede TV!, via Amilcare Dallevo, Marcelo de Carvalho e Franz Vacek, para a instalação do canal brasileiro. Foram meses e meses de tratativas. Mas que não avançou por questões contratuais

    E na ocasião...

    Se especulou a possibilidade de alguma coisa ser acertada com a Record. Algo, no entanto, imediatamente desmentido pelos americanos pelo desalinhamento editorial das duas empresas. No meio de tudo, a questão da igreja.

    O que é a vida

    Em todo esse vai e vem, a CNN brasileira agora está em vias de se tornar realidade. E por obra do destino será conduzida por alguém que saiu da Record e até poucos dias ocupava um dos seus cargos mais importantes.

    Tropa de choque

    Alguns nomes da área digital da Record estão cotados para acompanhar Antônio Guerreiro no comando do Jornalismo. Pessoas de confiança. Casos de Alessandro Malerba e Leonardo Siegl.

    Sentido inverso

    Ontem, nos corredores da Record, já rolavam comentários sobre nomes que poderão acompanhar Douglas Tavolaro na CNN Brasil. Entre os citados ou mais próximos, Thiago Contreira, Leandro Cipolini e Virgílio Abranches.

    Clique aqui

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 17/01/2019 às 10:30
    Autor: marcboy Online

    Espero que siga a matriz americana , e fale sempre a verdade claro que a verdade sempre estara do lado da esquerda , e espero que diga sempre a verdade e seja diferente da cnn em español que vamos falar é uma porcaria só pra encher linguiça

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 17/01/2019 às 11:07
    Autor: Phoenix60 Offline

    Em 17/01/2019, marcboy escreveu:
    Espero que siga a matriz americana , e fale sempre a verdade claro que a verdade sempre estara do lado da esquerda



    Ha-ha-ha-ha-ha... "A verdade sempre estará do lado da Esquerda"... Ha-ha-ha-ha... De fato os politicos e ativistas de Esquerda sao todos uns Santos, nao sei porque nao sao beatificados... 8-D

    (Eu sou mais pragmatico, simplesmente falta um jornalismo Conservador FORTE na tv brasileira, de Esquerda ja tem demais)
    .

  • aapc01

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 17/01/2019 às 11:11
    Autor: aapc01 Offline

    Em 17/01/2019, Phoenix60 escreveu:

    Em 17/01/2019, marcboy escreveu:
    Espero que siga a matriz americana , e fale sempre a verdade claro que a verdade sempre estara do lado da esquerda



    Ha-ha-ha-ha-ha... "A verdade sempre estará do lado da Esquerda"... Ha-ha-ha-ha... De fato os politicos e ativistas de Esquerda sao todos uns Santos, nao sei porque nao sao beatificados... 8-D

    (Eu sou mais pragmatico, simplesmente falta um jornalismo Conservador FORTE na tv brasileira, de Esquerda ja tem demais)
    .



    foi um bom exemplo de "independência e isenção" o comentário do colega sobre a verdade...

    bom jornalismo, isso é que importa...

  • Avatar

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 17/01/2019 às 12:41
    Autor: KleberAFdeS Offline

    Em 17/01/2019, marcboy escreveu:

    Espero que siga a matriz americana , e fale sempre a verdade claro que a verdade sempre estara do lado da esquerda , e espero que diga sempre a verdade e seja diferente da cnn em español que vamos falar é uma porcaria só pra encher linguiça


    Não existe "verdade de esquerda" e nem "verdade de direita", existe a verdade. E é essa verdade que o brasileiro não aceita porque ele tem político de estimação.

    Um exemplo é a própria GloboNews.

    O canal era defenestrado pela esquerda virolenta.

    Merval, Renata Lo Prette (para quem não sabe, foi ela quem fez a entrevista-bomba com o Roberto Jefferson onde ele entregava toda a maracutaia do PT; entrevista na Folha de São Paulo - Folha esquerdista?), Eliane Cantanhede, Leilane, Camarotti, entre outros eram ofendidos de tudo quanto é for nome pelos esquerdistas, mas agora que a direita assumiu o poder e virou vidraça seus simpatizantes passaram a achar que o canal é de esquerda.

    O canal não é nenhuma coisa e nem outra, a GloboNews tem jornalistas de todas as ideologias que é para dar pluralidade e independência à emissora. Ou vão me dizer que o Diogo Mainardi, o Caio Blinder, o Lucas Mendes e o Ricardo Amorim são de esquerda?

  • aapc01

    CNN Brasil VC577

    Operadora
    Postado em: 17/01/2019 às 13:02
    Autor: aapc01 Offline

    Em 17/01/2019, KleberAFdeS escreveu:

    Em 17/01/2019, marcboy escreveu:

    Espero que siga a matriz americana , e fale sempre a verdade claro que a verdade sempre estara do lado da esquerda , e espero que diga sempre a verdade e seja diferente da cnn em español que vamos falar é uma porcaria só pra encher linguiça


    Não existe "verdade de esquerda" e nem "verdade de direita", existe a verdade. E é essa verdade que o brasileiro não aceita porque ele tem político de estimação.

    Um exemplo é a própria GloboNews.

    O canal era defenestrado pela esquerda virolenta.

    Merval, Renata Lo Prette (para quem não sabe, foi ela quem fez a entrevista-bomba com o Roberto Jefferson onde ele entregava toda a maracutaia do PT; entrevista na Folha de São Paulo - Folha esquerdista?), Eliane Cantanhede, Leilane, Camarotti, entre outros eram ofendidos de tudo quanto é for nome pelos esquerdistas, mas agora que a direita assumiu o poder e virou vidraça seus simpatizantes passaram a achar que o canal é de esquerda.

    O canal não é nenhuma coisa e nem outra, a GloboNews tem jornalistas de todas as ideologias que é para dar pluralidade e independência à emissora. Ou vão me dizer que o Diogo Mainardi, o Caio Blinder, o Lucas Mendes e o Ricardo Amorim são de esquerda?


    concordo com vc

    só uma coisa.

    eu debato credibilidade...

    no caso da fsp e uol, para mim, perderam isso com a morte do dono recentemente.

    onde estão as provas da grande "bomba" sobre a compra de msgs pelo whatsapp, contra bolsonaro, que publicaram dias antes da eleição?

    fui assinante da fsp por mais de 10 anos em papel, e depois continuei com o uol e fsp pela internet. a fsp sempre foi usada como base por conta de seu manual. era um norte que se usava.

    estava claro que a redação tinha se "libertado" da prisão do antigo dono. isso nem você pode negar. aliás, além de não ter provas sobre o tal caso, não fizeram o mesmo alarde quando uma pessoa confirmou que o pt fez isso.

    no caso da GN também, que coisa mais infantil se vestir para ridicularizar uma frase... como vc diz é um local "profissional".

    como eu disse, concordo com vc, mas uma coisa é acusar quem fala como se sempre fosse por torcida. só gostaria de deixar claro que no meu caso eu cobro credibilidade... assim como vc, só que eu critico pessoas que tem a ideologia de esquerda e esquecem o profissionalismo. e vou acompanhar quem faz o contrário, o que se mantém coerente com o antigo manual da folha.
    se alguém que vc acha de direita fizer o mesmo paro imediatamente. o jornais e revistas que leio hoje são os que mais criticam posições do atual presidente, dentro de debates técnicos, mostrando até mesmo ideias controversas do presidente quando candidato

    espero que esteja claro...

    além do mais, bons nomes estão sim na folha, mas o uol virou uma revistinha qualquer e sem vergonha de ser isso.

  • Primeira
  • 3
  • Página de 56
  • 5
  • Última
As publicações desta página são unicamente de responsabilidade de seus autores, de acordo com os Termos de Uso da TV Magazine.

Busca no Fórum

Agenda de Canais

  • Atualize-nos: informe a TV Magazine sobre sinais abertos, alterações de canais e line-ups na sua cidade, seja TV aberta ou paga.

Fale Conosco

Dúvidas, ideias, sugestões, elogios ou críticas?
Queremos ouvir você!

© 2020 - TV Magazine, todos os direitos reservados. Programação da TV fornecida por Revista Eletrônica.
Proibida a cópia parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização expressa.