Estamos no seu:
Lembrar Apelido TVid

Arquivo Pay TV no Brasil

  • Tópico criado por: skampus
  • Páginas:
  • 1
  • 2
  • 3
  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 20/09/2019 às 20:42
    Autor: juca.mora Offline

    quando incluiram a Warner e o canal Sony. A qualidade era muito boa. O sistema migrou para Directv que tbem era comercializada no Brasil pela Editora Abril.

    http://www.supercanaltv.com.br/especialtvadigisat.htm

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 21/09/2019 às 03:46
    Autor: Dani-970509 Offline

    Em 20/09/2019, juca.mora escreveu:

    quando incluiram a Warner e o canal Sony. A qualidade era muito boa. O sistema migrou para Directv que tbem era comercializada no Brasil pela Editora Abril.

    http://www.supercanaltv.com.br/especialtvadigisat.htm


    Concordo contigo Juca!!!

    Por mais que eu não tenha nascido antes de 1997, descobri o tal falecido serviço por volta de 2007, numa propaganda de contra-capa de uma Revista TVA de janeiro de 1998.

    O serviço (para algumas pessoas que talvez não saibam sobre a mesma) foi lançado em março de 1995, para então bater de frente com a NETSAT (do sistema NET Brasil/Globosat).

    A programação era praticamente a mesma dos sistemas MMDS e cabo tirando a atual FOX Channel (que por sua vez mantinha um acordo de exclusividade com a NETSAT), TeleUno e MTV Latino.

    O serviço então prometia qualidade digital via satélite, com som de CD e imagem de Videolaser (como dizia os comerciais da época), através do decodificador 320D da General Instrument (hoje Cisco Systems), e uma antena parabólica de no mínimo 1,30m de diâmetro.

    E com a chegada da DIRECTV (também pertencente a TVA até 1999) em junho de 1996, a TVA Digisat então se via obsoleta, em relação ao satélite Brasilsat B1 ter poucos transponders, fazendo com que ela deixasse de receber novos canais a partir do começo de 1997 e 1998 (anos esses em que houve o famoso malabarismo de troca como: The Superstation >> Mundo, por exemplo, e a versão brasileira do CBS Telenotícias).

    A operadora então chegaria ao seu dramático fim em 1999, quando ocorreria uma oferta de migração dos antigos assinantes da Digisat para a DIRECTV (mediante à pagamento de uma determinada taxa adicional). Obviamente, a DIRECTV tinha mais recursos do que a sua "falecida" irmã, como o guia de programação na tela, compra de filmes e eventos ao vivo em PPV, canais de áudio e rádios, e capacidade para mais de 100 canais e uma mini-parabólica de apenas 60cm de diâmetro para captação via satélite.

    Incrível como as coisas mudam, né?

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 21/09/2019 às 08:26
    Autor: r2reis Offline

    A minha primeira foi a SKY em 1999, mas tive contato desde 1993 com os programas abertos da Globosat na parabólica analógica.

    Depois quando ia na casa de conhecidos via NET, TVA (MMDS e Digisat) e a outra operadora de cabo do Rio, a Rio Cabo, que depois foi fundida com a NET.

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 21/09/2019 às 16:23
    Autor: Dani-970509 Offline

    Em 21/09/2019, r2reis escreveu:

    A minha primeira foi a SKY em 1999, mas tive contato desde 1993 com os programas abertos da Globosat na parabólica analógica.

    Depois quando ia na casa de conhecidos via NET, TVA (MMDS e Digisat) e a outra operadora de cabo do Rio, a Rio Cabo, que depois foi fundida com a NET.


    Sei algumas coisas sobre a Rio Cabo. Atuou na região de Jacarepaguá até 1996, quando a NET adquiriu essas operações da mesma.

    E segundo algumas informações que retirei do site da NET Rio de 1998 no Wayback Machine (archive.org), o Canal de Las Estrellas era um dos canais exclusivos da região de Jacarepaguá e adjacências. Creio em minhas palavras que esse canal era um dos exclusivos da extinta Rio Cabo.

    Já no caso da SKY, em 1999, ela tinha três grandes marcas distribuindo e fabricando seus equipamentos: a Gradiente, a Philips e (por incrível que pareça) a Century (especializada em parabólicas de tela).

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 21/09/2019 às 20:08
    Autor: r2reis Offline

    Em 21/09/2019, Dani-970509 escreveu:

    Em 21/09/2019, r2reis escreveu:

    A minha primeira foi a SKY em 1999, mas tive contato desde 1993 com os programas abertos da Globosat na parabólica analógica.

    Depois quando ia na casa de conhecidos via NET, TVA (MMDS e Digisat) e a outra operadora de cabo do Rio, a Rio Cabo, que depois foi fundida com a NET.


    Sei algumas coisas sobre a Rio Cabo. Atuou na região de Jacarepaguá até 1996, quando a NET adquiriu essas operações da mesma.

    E segundo algumas informações que retirei do site da NET Rio de 1998 no Wayback Machine (archive.org), o Canal de Las Estrellas era um dos canais exclusivos da região de Jacarepaguá e adjacências. Creio em minhas palavras que esse canal era um dos exclusivos da extinta Rio Cabo.

    Já no caso da SKY, em 1999, ela tinha três grandes marcas distribuindo e fabricando seus equipamentos: a Gradiente, a Philips e (por incrível que pareça) a Century (especializada em parabólicas de tela).


    Por incrível que possa parecer, contabilmente foi a Rio Cabo que absorveu a NET Rio, por causa da área de concessão ser maior e por outras particularidades. Isso dito por amigos que trabalharam nas duas empresas. O CNPJ que prevaleceu foi o da Rio Cabo.

    O guia de programação eletronico da Rio Cabo era superior ao da NET Rio que aproveitou para adaptá-lo para o seu line-up.

    Meu primeiro decoder da SKY foi um da Philips comprado em uma promoção de aparelhos de segunda mão feita pela própria SKY através dos seus funcionários no Rio. Isso em 1999.

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 22/09/2019 às 02:35
    Autor: Dani-970509 Offline

    Outra curiosidade dessas operadoras por cabo, é justamente sobre os guias eletrônicos/canais do cliente desses serviços por cabo.

    Na década de 90, a rivalidade Globo e Abril pegava fogo. E cada operadora fornecia seu próprio canal exclusivo para ajudar o assinante com as dicas de programação e dos recursos da mesma, além de, ao mesmo tempo, trazer o que estva passando e ainda iria passar em cada canal.

    Por parte da NET e Multicanal, elas forneciam sua programação no Canal 37, ou pelo canal ZapNews (chamada assim pela NET São Paulo em 1997, 1998).

    Mas a TVA dava de 10 a zero na sua rival com o canal TVA No Ar, que, além de trazer a programação de seus canais na tela (Agora e A seguir), seguido do número dos canais no cabo e MMDS, também tinha programas próprios com uma apresentadora trazendo as últimas dos canais da operadora da Abril.

    Com o tempo, mesmo com a inovação dos guias interativos de programação dos DTHs (DIRECTV e SKY), esses guias de TV a cabo se modernizaram até verem o seu fim (na década de 2010 como um guia eletrônico) para se dedicarem unicamente à trazerem os destaques da programação de seus respectivos serviços.

    NET (hoje Claro NET) e TVA (hoje Vivo TV Fibra).

    Espero ter ajudado dessa vez!

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 22/09/2019 às 12:39
    Autor: kleytonchaveschapolin Offline

    Eu nasci em 2000, meus pais assinaram a SKY lá pra 2002, e a antena e o receptor era o da Philips, e pegava todos os canais, acredite se quiser, mas lembro do infomerciais da SKY e da DirecTV que passavam na TV aberta lá pros idos de 2003 e 2004, mas falando da TV paga nos anos 90, a TVA (atual Vivo) na década de 90, cada canal transmitido na operadora tinha um nome que era de algum gênero, exemplo: Cartoon Network era TVA Kids, FOX era TVA Hollywood, HBO era TVA Filmes, Discovery era TVA Aventura e depois TVA Documentários, ESPN era TVA Esportes, CNN era TVA Notícias, The Superstation era TVA Super, TNT era TVA Clássicos e Euro Channel era TVA Europa e assim vai.

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 23/09/2019 às 03:04
    Autor: Dani-970509 Offline

    Em 22/09/2019, kleytonchaveschapolin escreveu:

    Eu nasci em 2000, meus pais assinaram a SKY lá pra 2002, e a antena e o receptor era o da Philips, e pegava todos os canais, acredite se quiser, mas lembro do infomerciais da SKY e da DirecTV que passavam na TV aberta lá pros idos de 2003 e 2004, mas falando da TV paga nos anos 90, a TVA (atual Vivo) na década de 90, cada canal transmitido na operadora tinha um nome que era de algum gênero, exemplo: Cartoon Network era TVA Kids, FOX era TVA Hollywood, HBO era TVA Filmes, Discovery era TVA Aventura e depois TVA Documentários, ESPN era TVA Esportes, CNN era TVA Notícias, The Superstation era TVA Super, TNT era TVA Clássicos e Euro Channel era TVA Europa e assim vai.


    Dessa eu já sabia, Kleyton. Mas tinham também outros canais que foram apelidados pela TVA como:

    Bravo Brasil = TVA Artes
    Country Music Television = TVA Country
    ESPN Brasil = TVA Esportes (desde junho de 1995)
    ESPN International = TVA Sports (desde junho de 1995, apenas muda o idioma da palavra)
    FOX = TVA Hollywood; mais tarde, TVA Seriados
    HBO 2 = TVA Multiplex
    MTV Latino = TVA Música (não confundir com a MTV Brasil = Music Television)
    RTPi = TVA Portugal
    Sony = TVA Séries
    Warner = TVA Família

    Essa nomeação desses canais só foram descontinuados pela própria TVA por volta de 1997, com a polêmica da saída do The Superstation da mesma. O motivo dessa saída do canal, se deve aos possíveis cortes de transmissão desse canal para a exibição de campeonatos goiano, paraense e paranaense daquele ano na TVA. E o canal voltou a transmitir sua programação só em dezembro de mesmo ano, agora apenas nas operadoras rivais Sky, NET e Multicanal. E também com a chegadas de novos canais nela como: E!, Mundo, FOX Kids, entre outros.

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 23/09/2019 às 08:09
    Autor: r2reis Offline

    Superstation depois foi vendido e virou o Nat Geo.

  • Adrianjpa

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 23/09/2019 às 08:48
    Autor: Adrianjpa Offline

    Que boas lembranças, lá nos anos 98/99 meus pais já estavam caçando uma TV Por assinatura para colocar lá em casa, víamos muito os comerciais da DIRECTV e ficávamos deslumbrados com aquilo, quando passeávamos pela cidade eu tinha uma mania de ficar olhando os telhados das casas, rsrsrsrr (Eram poucas na época) para ver a antena da DIRECTV instalada, na época era praticamente inviável para nós assinar a DIRECTV, fomos então atrás da TECSAT que era um CxB melhor, tinha alguns canais que a DIRECTV tinha e ainda de quebra tinha a ESPN Brasil que a SKY não tinha na época e que me interessava muito, negociamos com um revendedor local a instalação da mesma, era uma antena de 90cm e o decodificador que se eu não me engano após comprado era SEU, mas não lembro bem, o acordo emperrou e não conseguimos assinar, esperamos mais um tempo passar e fomos em um revendedor da SKY, vi o Mosaico, peguei no controle e comecei a fuçar, parece que fiz uma viagem, rsrsrsrs, acabamos fechando o acordo e logo em seguida instalaram em casa, o decoder era o Gradiente, aqueles primeiro mesmo, a SKY não tinha a ESPN Brasil ainda, mas tinha alguns canais que não existia na DIRECTV e nem na TECSAT, como FOX, canais Globosat e etc. No início foi tudo maravilhoso como toda novidade é, tinha canais que abriam esporadicamente para alguns eventos esportivos, ex:Fórmula Mundial, na época, lembro que assisti pelo canal 1 da SKY aquela corrida de Fontana onde vitimou o Greg Moore, a fórmula Mundial também passava na ESPN International para a América Latina, mas como não tinha os direitos aqui no BR, cortava a transmissão para passar reprise depois, também abria para alguns eventos de Shows, fora os PPV de eventos PREMIUM que teriam que pagar, peguei a época de Multicâmeras, que novidade, acompanhei a Copa Davis ainda na era GUGA daquela época nesse sistema, algumas partidas de futebol também com vários ângulos, sistema de Multicanais na mesma tela, lembro bem da Guerra contra o Iraque, vários canais de notícias na mesma tela, enfim, muita nostalgia, fora os folders que enviavam para casa, se eu caçar ali acho que ainda irei achar um monte, vinha tabelas do Brasileirão em formato de chuteira, vinha algum destaque de algum evento que iria passar posteriormente em algum canal, vinha as vezes cupom de promoção da Pizza Hut (Nem existia por aqui ainda, rsrsrsrs), vinha cada coisa criativa que hoje na era da internet não vemos mais.

    Sempre é bom relembrar as coisas boas, fui assinante da Sky de 99 até 2015/2016 se eu não me engano, cancelei por entender que o serviço para mim não estava mais servindo como antes e estava cada vez mais caro, a gente cresce e vemos as coisas com outros olhos, teve o choque da internet também, mas percebi que a TV por assinatura já não estava com a mesma qualidade que antes e já via ali que não existia perspectiva de melhora, e hoje uns 3 anos depois percebo que realmente nada melhorou, aqueles tempos não voltarão jamais.

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 23/09/2019 às 19:45
    Autor: Dani-970509 Offline

    É bom saber sobre essas transmissões com a interatividade que a SKY oferecia. Mas algo que mais me chamou a atenção em meio a estudos recentes que estou fazendo sobre a TV paga, é em relação à polêmica da disputa de direitos do Brasileirão Série A de 1997 entre a Globosat e a ESPN Brasil.

    Isso porque, com a chegada do sistema de Pay-Per-View PREMIERE, a Globosat adquire a exclusividade do campeonato no PPV. Nesse contrato, a Globosat pode transmitir jogos dos 14 clubes (incluindo os grandes) como por exemplo: Corinthians, São Paulo, Coritiba etc. Já no caso da ESPN Brasil, ela teve que ficar com apenas 12 equipes como a Portuguesa e o Athlético Paranaense por exemplo.

    Por parte do PREMIERE, o sistema era distribuído em 3 canais de Pay-Per-View, sendo inicialmente utilizado não apenas para a transmissão de futebol ao vivo (inclusive na praça do jogo), como também, para exibição de shows musicais, eventos de MMA (antes do Canal Combate surgir) e até mesmo, curiosamente, os filmes adultos (antes mesmo do Sexy Hot chegar na NET/Multicanal em 1998).

    Para vocês, como foi a experiência de ter o PREMIERE Pay-Per-View entre 1997 e 2000?

  • aapc01

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 23/09/2019 às 19:58
    Autor: aapc01 Online

    realmente é um belo túnel do tempo. em uma época sem internet, era o que tínhamos para fugir da mediocridade da tv aberta.

    bons tempos da tv paga que se transformou em uma aberta paga...

    e o pior que já li que nós, assinantes velhos ou antigos, como queiram, "teríamos que aceitar e evoluir" (??!?!?!?!?!)

    apesar desta afirmação estranha, que foi usada para aceitarmos a decadência da tv por assinatura, foi o que eu fiz, e outros também, fomos para a internet.

    mas que foi um importante momento de transformação da tv, isso foi... quem sabe agora, usando a afirmação acima, a tv evolua para a internet, sem ser linear, ao estilo netflix e outras.

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 25/09/2019 às 19:46
    Autor: Dani-970509 Offline

    Em 23/09/2019, aapc01 escreveu:

    realmente é um belo túnel do tempo. em uma época sem internet, era o que tínhamos para fugir da mediocridade da tv aberta.

    bons tempos da tv paga que se transformou em uma aberta paga...

    e o pior que já li que nós, assinantes velhos ou antigos, como queiram, "teríamos que aceitar e evoluir" (??!?!?!?!?!)

    apesar desta afirmação estranha, que foi usada para aceitarmos a decadência da tv por assinatura, foi o que eu fiz, e outros também, fomos para a internet.

    mas que foi um importante momento de transformação da tv, isso foi... quem sabe agora, usando a afirmação acima, a tv evolua para a internet, sem ser linear, ao estilo netflix e outras.


    Essa é a mais pura verdade, aapc01.

    Estamos sempre em constante evolução. O cabo, do analógico foi para o digital em meados de 2004, o satélite saltou do analógico para o digital em 1995 com a TVA Digisat e depois em 1996 no DTH com a DIRECTV e a SKY respectivamente, e estamos na era da fibra óptica e das streamings sob demanda (Globosat Play, TNT Go, Netflix, Prime Video, PlayPlus etc)

    Por mais que a gente possa ou não possa aceitar essas condições, muitos de nós, infelizmente temos que lidar com essa incessante evolução. Ainda mais, com o 5G chegando na área.

  • aapc01

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 25/09/2019 às 21:23
    Autor: aapc01 Online

    Em 25/09/2019, Dani-970509 escreveu:


    Essa é a mais pura verdade, aapc01.

    Estamos sempre em constante evolução. O cabo, do analógico foi para o digital em meados de 2004, o satélite saltou do analógico para o digital em 1995 com a TVA Digisat e depois em 1996 no DTH com a DIRECTV e a SKY respectivamente, e estamos na era da fibra óptica e das streamings sob demanda (Globosat Play, TNT Go, Netflix, Prime Video, PlayPlus etc)

    Por mais que a gente possa ou não possa aceitar essas condições, muitos de nós, infelizmente temos que lidar com essa incessante evolução. Ainda mais, com o 5G chegando na área.


    o produto TV Paga Brasileira, foi um dos casos mais "dramáticos" de decadência proporcionada pelos próprios gestores (descarto falência mas... estão quase conseguindo)...

    eu, como consumidor, odeio que se mude quantidade ou qualidade de um produto, seja um simples biscoito/bolacha, chocolate ou tv.

    decidiram piorar a programação pois temiam perder os assinantes novos, que adoravam a tv aberta... e se esqueceram dos que a odiavam...

    para variar, pensaram que o produto seria perene, que, assim como os dep*t*dos, nem imaginavam que em pouco menos de 10 anos, o entretenimento teria tanta força na internet.

    veja o exemplo da netflix, atende a todos os gostos, tipos, programas, uma verdadeira diversidade de audiência... e me parece que agora vai ser tarde para essas operadoras e programadoras na tv linear.

    vão ter que correr atrás, literalmente, contando com futebol ao vivo, reprises de tv aberta, programas de entrevistas com humoristas sem graça e por aí vai.

    felizmente a internet apareceu para quem gosta de coisas diferentes... não tenho dó das operadoras/programadoras...eles merecem essa decadência.

    e até quem não gosta já está pegando gosto, eheh

    abs

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 27/09/2019 às 04:32
    Autor: Dani-970509 Offline

    Em 25/09/2019, aapc01 escreveu:

    Em 25/09/2019, Dani-970509 escreveu:


    Essa é a mais pura verdade, aapc01.

    Estamos sempre em constante evolução. O cabo, do analógico foi para o digital em meados de 2004, o satélite saltou do analógico para o digital em 1995 com a TVA Digisat e depois em 1996 no DTH com a DIRECTV e a SKY respectivamente, e estamos na era da fibra óptica e das streamings sob demanda (Globosat Play, TNT Go, Netflix, Prime Video, PlayPlus etc)

    Por mais que a gente possa ou não possa aceitar essas condições, muitos de nós, infelizmente temos que lidar com essa incessante evolução. Ainda mais, com o 5G chegando na área.


    o produto TV Paga Brasileira, foi um dos casos mais "dramáticos" de decadência proporcionada pelos próprios gestores (descarto falência mas... estão quase conseguindo)...

    eu, como consumidor, odeio que se mude quantidade ou qualidade de um produto, seja um simples biscoito/bolacha, chocolate ou tv.

    decidiram piorar a programação pois temiam perder os assinantes novos, que adoravam a tv aberta... e se esqueceram dos que a odiavam...

    para variar, pensaram que o produto seria perene, que, assim como os dep*t*dos, nem imaginavam que em pouco menos de 10 anos, o entretenimento teria tanta força na internet.

    veja o exemplo da netflix, atende a todos os gostos, tipos, programas, uma verdadeira diversidade de audiência... e me parece que agora vai ser tarde para essas operadoras e programadoras na tv linear.

    vão ter que correr atrás, literalmente, contando com futebol ao vivo, reprises de tv aberta, programas de entrevistas com humoristas sem graça e por aí vai.

    felizmente a internet apareceu para quem gosta de coisas diferentes... não tenho dó das operadoras/programadoras...eles merecem essa decadência.

    e até quem não gosta já está pegando gosto, eheh

    abs


    Tens a total razão, aapc01!!!

    Assim como a TV por assinatura, a TV aberta também sofre com essas dificuldades nesses dias atuais com essas frescuras que você bem disse.

    A Netflix, dá de dez a zero na TV paga de hoje em dia, sendo que as demais plataformas on demand não ficam atrás. Exemplo esse da GloboPlay, que além de disponibilizar sua programação da "Vênus Platinada" e de sua respectiva afiliada sob demanda, também traz séries de maior sucesso nos EUA como: The Good Doctor e The Big Bang Theory.

    Fica uma dúvida, como eram a grade de canais da TVA em 1998? Me ajudem!!!

    Abraços aapc01 e Skampus!!!

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 27/09/2019 às 04:45
    Autor: Phoenix60 Offline

    Em 13/09/2019, Dani-970509 escreveu:
    a TVA também foi o meu sonho de consumo quando eu era criança lá pelos idos de 2007 e 2008. Mas com a inclusão dos canais Globosat na mesma, eu logo perdi o interesse.



    Eu tive TVA (e por cabo, nao era microondas) ainda na decada de 90 (ate o inicio de 2002), e para mim o melhor da operadora era exatamente nao incluir os canais da Globosat no line-up, e oferecer outros canais, como a HBO com uma imagem maravilhosa e absurdamente melhor que os Telecines da Net e Sky.

    Sobre a grade de canais no final da decada de 90, eu infelizmente nao guardei nenhuma daquelas "Revista da TVA"... Mas lembro que eu assistia muito ao History Channel (que naquela epoca era um canal de Historia MESMO, com "H" maiusculo), A&E Mundo, Sony Entertainment Television, Warner, Fox e HBO.

    .

  • aapc01

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 27/09/2019 às 11:51
    Autor: aapc01 Online

    Em 27/09/2019, Phoenix60 escreveu:

    Em 13/09/2019, Dani-970509 escreveu:
    a TVA também foi o meu sonho de consumo quando eu era criança lá pelos idos de 2007 e 2008. Mas com a inclusão dos canais Globosat na mesma, eu logo perdi o interesse.



    Eu tive TVA (e por cabo, nao era microondas) ainda na decada de 90 (ate o inicio de 2002), e para mim o melhor da operadora era exatamente nao incluir os canais da Globosat no line-up, e oferecer outros canais, como a HBO com uma imagem maravilhosa e absurdamente melhor que os Telecines da Net e Sky.

    Sobre a grade de canais no final da decada de 90, eu infelizmente nao guardei nenhuma daquelas "Revista da TVA"... Mas lembro que eu assistia muito ao History Channel (que naquela epoca era um canal de Historia MESMO, com "H" maiusculo), A&E Mundo, Sony Entertainment Television, Warner, Fox e HBO.

    .



    e a Fox era o "sonho de consumo" de quase todos, por conta de filmes e séries que atraiam tanto... já hoje em dia....

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 27/09/2019 às 14:10
    Autor: Dani-970509 Offline

    Uma curiosidade à respeito sobre o History Channel nessa época, era que em 1997, o The Superstation foi o encarregado de transmitir a programação da mesma.

    E por volta de agosto desse mesmo ano, o The Superstation havia saído da TVA (MMDS, cabo e Digisat) pelo que eu havia explicado há uns posts atrás.

    E de dezembro de 1997 até meados de 2000, o The Superstation, já disponível apenas para os assinantes SKY e NET, logo seria substituido pelo National Geographic (que está aí até hoje).

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 28/09/2019 às 03:25
    Autor: Phoenix60 Offline

    Em 21/09/2019, Dani-970509 escreveu:
    Já no caso da SKY, em 1999, ela tinha três grandes marcas distribuindo e fabricando seus equipamentos: a Gradiente, a Philips e (por incrível que pareça) a Century (especializada em parabólicas de tela).



    Nao tao incrivel assim, se voce considerar que no Brasil os produtos estrangeiros sao apenas montados aqui...

    Inclusive a Gradiente sempre foi assim, ela fazia parcerias com outras empresas estrangeiras em todas as areas, como equipamentos de audio e video, por exemplo, e meramente montava no Brasil os aparelhos dessas empresas, colocando o nome "Gradiente" em cima. Mas era o equipamento de outra empresa, so mudava a plaquinha com o nome.

    .

  • Avatar

    Arquivo Pay TV no Brasil

    Operadora
    Postado em: 28/09/2019 às 16:26
    Autor: Dani-970509 Offline

    Em 28/09/2019, Phoenix60 escreveu:

    Em 21/09/2019, Dani-970509 escreveu:
    Já no caso da SKY, em 1999, ela tinha três grandes marcas distribuindo e fabricando seus equipamentos: a Gradiente, a Philips e (por incrível que pareça) a Century (especializada em parabólicas de tela).



    Nao tao incrivel assim, se voce considerar que no Brasil os produtos estrangeiros sao apenas montados aqui...

    Inclusive a Gradiente sempre foi assim, ela fazia parcerias com outras empresas estrangeiras em todas as areas, como equipamentos de audio e video, por exemplo, e meramente montava no Brasil os aparelhos dessas empresas, colocando o nome "Gradiente" em cima. Mas era o equipamento de outra empresa, so mudava a plaquinha com o nome.

    .



    Também é verdade. Tanto é que, encontrei esses tempos atrás na internet, um mesmo decoder, que lembrava exatamente o modelo SD200 da SKY (de final de 1997), só que esse mesmo decoder, era para uso do sinal analógico de TV por assinatura lá no Reino Unido em meados dos anos 90. A marca desse decoder, se eu bem me lembro é Ferguson. E mais tarde, logo encontrei fotos do próprio SD200 da SKY a venda no Mercado Livre. Creio que à essa altura do campeonato, eles já tenham vendido ele, com controle remoto e miniantena parabólica junto.

    Aqui vão os meus cinco decoders preferidos da SKY:

    5º: Gradiente GSD-600i (2000) (da Linha Impact Gradiente)
    4º: Philco/RCA SLB200 (2005)
    3º: Gradiente GSD-400 (1998)
    2º: Gradiente GSD-100 (o primeirão de 1996)
    1º: SKY SD200 (1997) e Philips DSR3401 (2003) [Empate técnico]

    Quais foram seus primeiros decoders da SKY na opinião de vocês?

  • Páginas:
  • 1
  • 2
  • 3
As publicações desta página são unicamente de responsabilidade de seus autores, de acordo com os Termos de Uso da TV Magazine.

Busca no Fórum

Agenda de Canais

  • Atualize-nos: informe a TV Magazine sobre sinais abertos, alterações de canais e line-ups na sua cidade, seja TV aberta ou paga.

Fale Conosco

Dúvidas, ideias, sugestões, elogios ou críticas?
Queremos ouvir você!

© 2020 - TV Magazine, todos os direitos reservados. Programação da TV fornecida por Revista Eletrônica.
Proibida a cópia parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização expressa.